Segunda-feira, 31 de Dezembro de 2012

… na Trindade Santa, isto é, no Pai, no Filho e no Espírito Santo; três pessoas distintas, mas um único Deus verdadeiro que me ama e me chama à felicidade eterna!

 

Do Catecismo da Igreja Católica:

 

265. Pela graça do Baptismo «em nome do Pai e do Filho e do Espírito Santo», (Mt 28, 19), somos chamados a participar na vida da Trindade bem-aventurada; para já, na obscuridade da fé, e depois da morte na luz eterna (1).

 

266. «Fides autem catholica haec est, ut unum Deum in Trinitate, et Trinitatem in unitate veneremur, neque confundentes personas, neque substantiam sepa-raptes; alia enim est persona Patris, alia Filii, alia Spiritus Sancti: sed Patris et Filii et Spiritus Sancti una est divinitas, aequalis gloria, coaeterna majestas (2) – A fé católica é esta: venerarmos um só Deus na Trindade e a Trindade na unidade, sem confudir as Pessoas nem dividir a substância: porque uma é a Pessoa do Pai, outra a do Filho, outra a do Espírito Santo; mas do Pai e do Filho e do Espírito Santo é só uma a divindade, igual a glória e coeterna a majestade».

 

267. Inseparáveis no que são, as pessoas divinas são também inseparáveis no que fazem. Mas, na operação divina única, cada uma manifesta o que Lhe é próprio na Trindade, sobretudo nas missões divinas da Encarnação do Filho e do dom do Espírito Santo.

 

(1). Paulo VI, Sollemnis Processio fidei, 9: AAS 60 (1968) 436.

(2). Símbolo Quicumque: DS 75.

 

Arciprestado de V. N. Famalicão



publicado por arciprestadovnfamalicao às 10:15 | link do post | comentar

Sexta-feira, 21 de Dezembro de 2012

… que Tu, Senhor, és Deus Uno e Trino; o Pai eterno, revelado na Encarnação do Filho, de onde procede o Espírito Santo!

 

Do Catecismo da Igreja Católica:

 

261.O mistério da Santíssima Trindade é o mistério central da fé e da vida cristã. Só Deus pode dar-nos o seu conhecimento, revelando-Se como Pai, Filho e Espírito Santo.

 

262. A Encarnação do Filho de Deus revela que Deus é o Pai eterno, e que o Filho é consubstancial ao Pai, quer dizer que n'Ele e com Ele é o mesmo e único Deus.

 

263. A missão do Espírito Santo, enviado pelo Pai em nome do Filho (1) e pelo Filho «de junto do Pai» (Jo 15, 26), revela que Ele é, com Eles, o mesmo e único Deus. «Com o Pai e o Filho é adorado e glorificado» (2).

 

264. «O Espírito Santo procede do Pai enquanto fonte primeira; e, pelo dom eterno do Pai ao Filho, procede do Pai e do Filho em comunhão» (3).

 

(1). Cf. Jo 14, 26.

(2). Símbolo Niceno-Constantinopolitano: DS 150.

(3). Santo Agostinho, De Trinitate15, 26, 47: CCL 50A, 529 (PL 42. 1095).

 

Arciprestado de V. N. Famalicão



publicado por arciprestadovnfamalicao às 18:50 | link do post | comentar

Quarta-feira, 19 de Dezembro de 2012

 

O “Ano da Fé” e o recente livro do Papa, “A Infância de Jesus” deram a tónica ao encontro arciprestal de Formação de Advento / Natal destinado aos cristãos de V. N. de Famalicão, realizado na passada sexta-feira, dia 14 de Dezembro, às 21h15.

Esta formação teve lugar no Centro Pastoral de Santo Adrião, em Vila Nova de Famalicão, e foi orientada pelo P.e Vasco da Cruz Gonçalves, sacerdote da Diocese de Viana do Castelo.

Estando a Igreja a viver o “Ano da Fé”, iniciado no passado dia 11 de Outubro, o orador começou por fazer uma abordagem geral sobre as três razões que levaram o Santo Padre a proclamá-lo: os cinquenta anos da abertura do Concílio Vaticano II, o 20º aniversário da publicação do Catecismo da Igreja Católica e o “convite para uma autêntica e renovada conversão ao Senhor, único Salvador do mundo.”

A este propósito, o sacerdote lembrou ainda que este “Ano da Fé” surge no contexto da “nova evangelização”, que procura testemunhar a fé com um “novo ardor”, recorrendo a um “novo método”, com o objectivo de combater o “secularismo, um dos grandes problemas da Igreja na actualidade”.

Depois de uma breve explicação sobre o ano litúrgico, lembrando que os Evangelhos procuram responder à questão “Quem é Jesus Cristo?”, o orador focou-se na temática do Advento e no recente livro publicado pelo Papa, “A Infância de Jesus”. Assim, enfatizou que “o Advento é um tempo de penitência, de espera e de esperança”, em que nos preparamos para “a vinda de Jesus”. Lembrando ainda que o presépio é “para conceber no Advento” e uma forma de “nos prepararmos para o Natal”, o P.e Vasco Gonçalves procurou responder à pergunta que deu o mote a este encontro: “Bento XVI tirou o burro e o boi do presépio?”.

Deste modo, procurou esclarecer esta dúvida que surgiu na sequência da publicação do livro supracitado de Bento XVI, explicando que este procurou fazer “uma leitura bíblica e mais profunda das figuras do presépio”. Assim, o que o Papa refere no livro é que “no Evangelho não se fala de animais”, acrescentando, no entanto, que “a meditação guiada pela fé, lendo o Antigo e o Novo Testamentos correlacionados, não tardou a preencher esta lacuna”. Por isso, o burro e o boi devem, de facto, e também no entender do Papa, permanecer no presépio, pois a Sagrada Escritura, nomeadamente o Antigo Testamento, está recheada de referências que justificam a presença destes animais junto da imagem de Jesus Menino, referindo, nomeadamente, “que o boi e burro representam a humanidade sem conhecimento”.

Ao concluir, o sacerdote lembrou também que “no presépio contemplamos o mistério da Encarnação de Jesus e assumimos a missão de O fazer encarnar na vida”.

Terminada a exposição, e depois de um tempo dedicado ao diálogo e a eventuais questões colocadas pelos presentes, o encontro terminou com um momento de oração.

 

Departamento Arciprestal da Comunicação Social



publicado por arciprestadovnfamalicao às 17:29 | link do post | comentar

Sexta-feira, 14 de Dezembro de 2012

… que Tu, meu Deus, és o único Senhor, Ser repleto de verdade e de amor, em quem confio e a quem me dou!

 

Do Catecismo da Igreja Católica:

 

228. «Escuta, Israel! O Senhor; nosso Deus, é o único Senhor...» (Dt 6, 4; Mc 12, 29). «O ser supremo tem necessariamente de ser único, isto é, sem igual. [...] Se Deus não for único, não é Deus» (1).

 

229. A fé em Deus leva-nos a voltarmo-nos só para Ele, como a nossa primeira origem e o nosso último fim, e a nada Lhe preferir ou por nada O substituir.

 

230. Deus, ao revelar-Se, continua mistério inefável: «Se O compreendesses, não seria Deus» (2).

 

231. O Deus da nossa fé revelou-Se como Aquele que é: deu-Se a conhecer como «cheio de misericórdia e fidelidade» (Ex 34, 6). O seu próprio Ser é verdade e amor.

 

(1). Tertuliano, Adversus Marcionem, I, 3, 5: CCL 1, 444 (PL 2. 274).

(2). Santo Agostinho, Sermo 52. 6. 16: ed. P. Verbraken: Revue Bénédictine 74 (1964) 27 (PL 38. 360).

 

Arciprestado de V. N. Famalicão



publicado por arciprestadovnfamalicao às 16:32 | link do post | comentar

Terça-feira, 11 de Dezembro de 2012

 

Neste ano pastoral vivido em toda a Arquidiocese de Braga sob o lema da “Fé Professada”, na próxima sexta-feira, dia 14 de Dezembro, às 21h15, no Centro Pastoral de Santo Adrião, em Vila Nova de Famalicão, acontece um encontro subordinado à questão que tem estado na ordem do dia, relacionada com o último livro publicado pelo Papa: “Bento XVI tirou o burro e o boi do presépio?”.

Contando com a partilha e reflexão do P.e Vasco da Cruz Gonçalves, sacerdote da Diocese de Viana do Castelo, o Arciprestado de V. N. Famalicão propõe esta reflexão para que o Advento, tempo de preparação para o Natal, seja vivido com alegria e esclarecimento por todas as pessoas do Arciprestado.

Deste modo, o Arciprestado desafia todos, e particularmente aqueles que fazem parte de algum movimento nas diferentes comunidades, a participar neste encontro para que o Advento, enquanto tempo de espera activa e vigilante, seja marcado por uma vivência profunda, séria e comprometida, preparando-nos para acolher, cheios de fé e confiança, Aquele em quem acreditamos, isto é, Jesus Menino, o Filho Encarnado de Deus, que nos traz a alegria da Sua salvação!

 

Departamento Arciprestal da Comunicação Social



publicado por arciprestadovnfamalicao às 19:19 | link do post | comentar

Sexta-feira, 7 de Dezembro de 2012

… que por meio da Tua Igreja, Senhor, me é revelada a Tua Palavra, para que, acreditando incondicionalmente em Ti, eu alcance a salvação e a felicidade plena!

 

Do Catecismo da Igreja Católica:

 

180. «Crer» é um acto humano, consciente e livre, que está de acordo com a dignidade da pessoa humana.

 

181. «Crer» é um acto eclesial. A fé da Igreja precede, gera, suporta e nutre a nossa fé. A Igreja é a Mãe de todos os crentes. «Ninguém pode ter a Deus por Pai, se não tiver a Igreja por Mãe» (1).

 

182. «Nós cremos em tudo quanto está contido na Palavra de Deus, escrita ou transmitida, e que a Igreja propõe à nossa fé como divinamente revelado» (2).

 

183. A fé é necessária para a salvação. O próprio Senhor o afirma: «Quem acreditar e for baptizado salvar-se-á, mas quem não acreditar será condenado» (Mc 16, 16).

 

184. «A fé é um antegozo do conhecimento que nos tornará felizes na vida futura» (3).

 

(1). São Cipriano de Cartago, Ecclesiae catholicae unitate, 6: CCL 3. 253 (PL 4. 519).

(2). Paulo VI, Sollemnis Professio fidei [Credo do Povo de Deus], 20: AAS 60 (1968) 441.

(3). São Tomás de Aquino, Compendium theologiae, 1, 2: Ed. Leon. 42. 83., 1, 2. 

 

Arciprestado de V. N. Famalicão



publicado por arciprestadovnfamalicao às 18:16 | link do post | comentar

Quarta-feira, 5 de Dezembro de 2012

 

A Comissão Arquidiocesana da Liturgia, através do Departamento Arciprestal da Pastoral Litúrgica, procurou promover este ano pastoral, à semelhança do que já aconteceu nos últimos anos, uma manhã de formação destinada aos Leitores e Ministros Extraordinários da Comunhão (MEC’s) que exercem o seu ministério na Arquidiocese e em cada Arciprestado.

Para se tornar mais próxima de todos e facilitar a participação de um maior número de pessoas, esta formação, é realizada em diferentes Arciprestados, em dias diferentes, mas subordinada ao mesmo tema.

Deste modo, no passado sábado, dia 1 de Dezembro, foi o dia em que a mesma foi acolhida pelo Arciprestado de V. N. de Famalicão, destinando-se, assim, particularmente, aos Leitores e MEC’s das diferentes paróquias do Arciprestado.

Este encontro teve lugar no Centro Pastoral de Famalicão, iniciando às 9h30 da manhã e contando com a presença de um elevado número de Leitores e MEC’s.

Depois da oração de Laudes, conduzida pelo P.e João Evangelista, Delegado Arciprestal da Pastoral Litúrgica e Sacramentos, seguiu-se um momento de formação, orientado pelo Prof. Doutor João Duque, Presidente do Centro Regional da Universidade Católica de Braga, que centrou a sua conferência num dos documentos emanados do Concílio Vaticano II, a Constituição Dogmática Lumen Gentium, por ser precisamente este o documento escolhido pela Arquidiocese de Braga para melhor ajudar a viver este ano dedicado à temática da “Fé Professada”.

O orador referiu, assim, que se trata de “um documento sobre a própria Igreja”, que procurou “perceber qual a sua missão”, definindo-a como “mistério de salvação” e “nunca como uma sociedade perfeita, para que no seu meio, os seus membros, e apenas esses, se salvem”. Logo, a Igreja comporta uma “dimensão divina”, assistida pela “presença do Espírito Santo” e tem como missão “promover a implementação do Reino de Deus no mundo”, isto é, “promover a fraternidade, ainda que muitas vezes imperfeita, entre todos”. Depois disso acrescentou ainda que a Lumen Gentium apresenta a Igreja como “povo de Deus”, destacando o facto de ser “um documento único na história do Magistério da Igreja, ao dedicar um capítulo aos leigos, referindo que estes realizam a missão da Igreja no mundo, fora da comunidade eclesial”. Além disso, o orador lembrou ainda que a Lumen Gentium aponta “a santidade como vocação de todos e desafio para todos na Igreja”.

 

Departamento Arciprestal da Comunicação Social



publicado por arciprestadovnfamalicao às 18:48 | link do post | comentar

Outubro 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12

15
16
18
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30
31


posts recentes

Coordenadores Paroquiais ...

PARA AJUDAR A MELHOR VIVE...

Formação de Adultos desaf...

Movimentos da Acção Catól...

Movimento “Eu Sou Matriz”...

Dia Internacional do Trab...

Arquidiocese de Braga ini...

Antas acolheu em festa o ...

Novo pároco de Antas toma...

Crismandos de várias comu...

arquivos

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

facebook
links
blogs SAPO
subscrever feeds