Quarta-feira, 26 de Março de 2014

 

No próximo dia 27 de Março,  toda a Arquidiocese de Braga está convidada a participar no lançamento do primeiro volume de “A Voz da Catedra(l) – Rumo à Unidade”, uma obra que reúne homilias, discursos e outros escritos da autoria de D. Jorge Ortiga, Arcebispo Primaz de Braga. A sessão de apresentação do livro tem lugar às 21h30, no Auditório Vita, em Braga, estando a apresentação a cargo da professora universitária e pró-reitora da Universidade do Minho, Felisbela Lopes, e contando também com animação musical com harpa, pelas mãos da Professora Eleonor Picas. 

As intervenções eclesiais e escritos do Prelado de Braga, que assumiu as funções de Arcebispo em 1999, foram sendo publicados na revista Acção Católica, e agora vão ficar organizadas numa colecção de três volumes – com os subtítulos “Avaliar”, “Anunciar” e “Executar” – num trabalho coordenado pelo professor da Universidade Católica José da Silva Lima. 

O primeiro volume, que será agora apresentando, tem como lema “Rumo à Unidade  – Avalia”, “em jeito de quem analisa a realidade nas suas várias perspectivas, enquanto o segundo versará sobre o anúncio da doutrina, e o terceiro será dedicado à acção concreta que é pedida aos cristãos”, explica o Prelado. 

Neste conjunto de intervenções, D. Jorge diz  procurar “voltar novamente às orientações do Sínodo Arquidiocesano”, realizado ainda no tempo de D. Eurico Dias Nogueira, no qual desempenhou as funções de primeiro secretário, pelo que o livro “não procura transmitir posições pessoais, mas as decisões colectivas que ajudem a Igreja e os cristãos a reflectir e a caminhar juntos”.

“Tenho tentado descer da cátedra, estar mais perto, mais próximo dos padres, das pessoas, descer da cátedra numa linguagem simbólica, embora também tenha este dever da cátedra”, notou o Arcebispo, referindo que sendo a voz da Cátedra, procura “sistematizar de forma mais concreta as orientações para as comunidades e para os cristãos”, já que antes estas reflexões estavam dispersas pelas inúmeras edições da Acção Católica. 

D. Jorge Ortiga ressalva, contudo, que estes múltiplos escritos e reflexões “são abordados não com uma preocupação académica, crítica ou analítica, mas como o resultado de uma linguagem falada numa linha de intervenção mais pastoral, onde quem quiser pode colher orientações sobre os mais diversos temas da vida eclesial”, mas em cuja abordagem colocou sempre “uma preocupação social”.

 

Departamento Arciprestal da Comunicação Social



publicado por arciprestadovnfamalicao às 14:31 | link do post | comentar

 

Faleceu na passada quinta-feira, dia 20 de Março, o P.e Manuel José Ribeiro Júnior, natural da paróquia de Seide S. Paio, Arciprestado V. N. Famalicão, onde nasceu a 23 de Setembro de 1925.

O P.e Manuel Ribeiro foi ordenado sacerdote a 15 de Agosto de 1952, iniciando o seu serviço pastoral como Capelão dos órfãos de S. Caetano, a 2 de Janeiro de 1953. Posteriormente, a 19 de Outubro de 1954 foi nomeado pároco de Bente, Arciprestado de V. N. Famalicão, onde permaneceu por um longo período de tempo, superior a 40 anos. Assim, a 29 de Junho de 2000 foi nomeado Auxiliar na Administração Paroquial de Seide S. Paio, sendo dispensado da paroquialidade de Bente a 27 de Julho do mesmo ano, função que deixou a partir de Janeiro de 2001.

A missa exequial teve lugar no dia 21 de Março às 15h00 em Seide S. Paio, a sua terra natal, onde foi sepultado, tendo presidido à celebração da Eucaristia o Bispo Auxiliar de Braga, D. António Moiteiro, e estando também presentes vários sacerdotes, muitos deles do nosso Arciprestado.

Tratando-se de um sacerdote natural do Arciprestado de Vila Nova de Famalicão e que durante grande parte da sua vida esteve ao serviço da Igreja de Jesus Cristo no mesmo, o Arciprestado, na pessoa de cada um dos seus sacerdotes e de todos os cristãos, presta aqui uma singela homenagem ao P.e Manuel Ribeiro, reiterando à sua família as mais sentidas condolências.

 

Departamento Arciprestal da Comunicação Social



publicado por arciprestadovnfamalicao às 10:46 | link do post | comentar

Terça-feira, 25 de Março de 2014

…adoro-Te e honro-Te, Senhor Jesus, presente no Sacramento do Altar, identificando-me com o Teu coração de Pai amoroso, para assim me restaurar na alegria de viver em Ti e me fortificar na esperança da vida eterna!

 

Do Catecismo da Igreja Católica:

 

1418. Uma vez que Cristo em pessoa está presente no Sacramento do Altar; devemos honrá-Lo com culto de adoração. «A visita ao Santíssimo Sacramento é uma prova de gratidão, um sinal de amor e um dever de adoração para com Cristo nosso Senhor»  (1).

 

1419. Tendo passado deste mundo para o Pai, Cristo deixou-nos na Eucaristia o penhor da glória junto d'Ele: a participação no santo sacrifício identifica-nos com o seu coração, sustenta as nossas forças ao longo da peregrinação desta vida, faz-nos desejar a vida eterna e desde já nos une à Igreja do céu, à Santíssima Virgem e a todos os santos.

 

(1) Paulo VI, Enc. Mysterium fidei: AAS 57 (1965) 771.

 

 Arciprestado de V. N. Famalicão



publicado por arciprestadovnfamalicao às 15:11 | link do post | comentar

Sexta-feira, 21 de Março de 2014

 

Na passada sexta-feira, dia 14 de Março, a Equipa Arciprestal de Catequese de V. N. de Famalicão promoveu um encontro de Recolecção destinado a todos os catequistas do Arciprestado, subordinado ao tema “Sacia-te na fonte da Alegria” e procurando enfatizar a importância da Liturgia na Igreja e enquanto celebração da Fé. 

Esta iniciativa, realizada no Seminário dos Missionários Combonianos, em Antas, a partir das 21h15, reuniu mais de sessenta catequistas, provenientes de inúmeras paróquias do Arciprestado, que, assim, em plena Quaresma, quiseram viver um momento privilegiado de celebração, manifestação e fortalecimento da sua Fé.

Deste modo, depois das boas-vindas a todos por parte do P.e António Loureiro, Assistente da Equipa Arciprestal de Catequese, seguiu-se um momento de reflexão, promovido pelo diácono permanente David Azevedo, também membro da referida Equipa que, partindo da Constituição conciliar Sacrosanctum Concilium e enfatizando que “o Mistério Pascal de Cristo tem um lugar central na Liturgia”, explicou que “a comunidade é o fontanário onde podemos beber da nascente da água viva, renovando o nosso encontro pessoal com Cristo através da Liturgia, nomeadamente através dos sete Sacramentos”, tal como enfatiza a caminhada proposta pelo Arciprestado para este tempo da Quaresma. Procurando explicar que a Liturgia é para nós a fonte da alegria, o orador apresentou a sua essência, através de duas perspectivas sobre a mesma. Assim, a Liturgia pode ser considerada como o “jogo da criança”, na medida em que “a criança não se propõe alcançar um fim; só pretende viver livremente a sua vida, dilatar-se e tornar-se aquilo que é”, e como a “obra do artista”, pois este, pela arte, “só busca a solução do conflito íntimo que o corrói, só ambiciona trazer ao mundo da representação, da expressão plástica, a vida superior que antevê em sonho”. Assim, em suma “a essência da Liturgia é «brincar» diante de Deus. Não criar, mas deixar-se levar pela alegria divina que nela transparece”.

Posto isto, seguiu-se um tempo de adoração ao Santíssimo Sacramento, durante o qual os catequistas que assim o desejaram tiveram também a possibilidade de receber o Sacramento da Reconciliação, uma forma privilegiada de melhor se viver a Quaresma, um tempo que convida, precisamente, à penitência.

No final, os presentes foram convidados a tomar parte de um pequeno convívio, que constituiu um novo momento de partilha e feliz confraternização entre todos.

 

 Departamento Arciprestal da Comunicação Social



publicado por arciprestadovnfamalicao às 17:06 | link do post | comentar

Quinta-feira, 20 de Março de 2014

 

Faleceu no passado dia 10 de Março, o P.e Henrique Ferreira de Faria na Casa Sacerdotal, em Braga, onde residia nos últimos anos. Natural da paróquia de S. Tiago de Areias, Arciprestado V. N. Famalicão, onde nasceu a 6 de Março de 1929, destaca-se, de entre os vários serviços pastorais que prestou à Arquidiocese de Braga, a sua paixão pela música sacra e a sua dedicação enquanto director espiritual do Seminário Menor de Braga.

O P.e Henrique Faria foi ordenado sacerdote a 15 de Agosto de 1952, tomando posse como pároco de Gualtar, Arciprestado de Braga, no dia 21 de Outubro desse mesmo ano. Posteriormente, a 3 de Janeiro de 1956 tomou posse como pároco de Ribeirão, Arciprestado de V. N. Famalicão, onde permaneceu por largos anos até que a 11 de Agosto de 1978 passou a paroquiar uma outra comunidade do Arciprestado, S. Cosme do Vale. De seguida, a partir do dia 1 de Outubro de 1979, prestou serviço pastoral como Professor do Seminário de Nossa Senhora da Conceição, em Braga, passando depois a Capelão da Comunidade do Colégio Teresiano, também em Braga, a 15 de Setembro de 2002.

A missa exequial teve lugar no dia 12 de Março, às 10h00, na Igreja Paroquial de Maximinos, e às 16h00 em Areias, a sua terra natal, onde foi sepultado, tendo presidido à celebração da Eucaristia o P.e Paulino Carvalho, Arcipreste de V. N. Famalicão, e estando também presentes vários sacerdotes, muitos deles do nosso Arciprestado.

Tratando-se de um sacerdote natural do Arciprestado de Vila Nova de Famalicão e que durante grande parte da sua vida esteve ao serviço da Igreja de Jesus Cristo no mesmo, o Arciprestado, na pessoa de cada um dos seus sacerdotes e de todos os cristãos, presta aqui uma singela homenagem ao P.e Henrique Faria, reiterando à sua família as mais sentidas condolências.

 

Departamento Arciprestal da Comunicação Social



publicado por arciprestadovnfamalicao às 10:53 | link do post | comentar

Segunda-feira, 17 de Março de 2014

…reforço os laços da caridade que me ligam a Ti, Senhor, uno a minha vida à Tua e recebo a graça do Teu perdão ao comungar o verdadeiro alimento do Teu corpo e do Teu sangue, tornando-me, assim, capaz de edificar uma Igreja mais viva e mais una!

 

Do Catecismo da Igreja Católica:

 

1416. A sagrada Comunhão do corpo e sangue de Cristo aumenta a união do comungante com o Senhor, perdoa-lhe os pecados veniais preserva-o dos pecados graves. E uma vez que os laços da caridade entre o comungante e Cristo são reforçados, a recepção deste sacramento reforça a unidade da Igreja, corpo Místico de Cristo.

 

1417. A Igreja recomenda vivamente aos fiéis que recebam a sagrada Comunhão quando participam na celebração da Eucaristia; e impõe-lhes a obrigação de o fazerem ao menos uma vez por ano.

 

Arciprestado de V. N. Famalicão



publicado por arciprestadovnfamalicao às 18:00 | link do post | comentar

Sexta-feira, 14 de Março de 2014

 

No passado sábado, dia 8 de Março, pelas 21h00, decorreu na Igreja Nova Matriz de V. N. Famalicão mais uma Reflexão Quaresmal Vicentina, que contou com a presença de cerca de uma centena de vicentinos provenientes das várias Conferencias do Arciprestado.

Integrada no plano de actividades do Conselho de Zona das Conferências Vicentinas de V. N. Famalicão, esta iniciativa permitiu aos vicentinos presentes uma reflexão mais profunda sobre o tempo da Quaresma, iniciado há poucos dias atrás, na Quarta-feira de Cinzas, e que melhor nos prepara para a grande festa da Páscoa.

Este encontro, animado, desta feita, pela Conferência Vicentina de Requião teve como mote a Liturgia do I Domingo da Quaresma. A este propósito, o P.e Joaquim Mesquita, Conselheiro Espiritual deste Conselho de Zona, que presidiu à celebração, lembrou na sua partilha que “este tempo da Quaresma é mais uma oportunidade para mudarmos o significado dos nossos hábitos, ou seja, para fazermos tudo com a consciência de que a oração, o jejum, a esmola, assim como os gestos que os vicentinos  têm para com aqueles que precisam de ajuda, sejam mais um momento de esperança e fé mais resistentes”.

 

Departamento Arciprestal da Comunicação Social



publicado por arciprestadovnfamalicao às 15:25 | link do post | comentar

Terça-feira, 11 de Março de 2014

…celebro e vivo a Eucaristia que repara os meus pecados e os pecados do mundo, reiterando a infinitude do Teu amor misericordioso e a graça perene do Teu perdão que sempre me restaura nas delícias da Tua esperança!

 

Do Catecismo da Igreja Católica:

 

1414. Enquanto sacrifício, a Eucaristia é oferecida também em reparação dos pecados dos vivos e dos defuntos e para obter de Deus benefícios espirituais ou temporais.

 

1415. Aquele que quiser receber Cristo na Comunhão eucarística deve encontrar-se em estado de graça. Se alguém tiver consciência de ter pecado mortalmente, não deve aproximar-se da Eucaristia sem primeiro ter recebido a absolvição no sacramento da Penitência.

 

Arciprestado de V. N. Famalicão

 



publicado por arciprestadovnfamalicao às 18:59 | link do post | comentar

Sexta-feira, 7 de Março de 2014

 

Foi no passado sábado, dia 1 de Março, que se realizou o Dia Arciprestal do Acólito, um encontro destinado aos acólitos de todas as comunidades paroquiais do Arciprestado de V. N. Famalicão, que desafiou os participantes a deixar-se “desenhar”, isto é, transformar e moldar por Deus.

Desta feita, e pela primeira vez, esta iniciativa teve lugar no Instituto Nun’Alvres (INA), também conhecido como Colégio das Caldinhas, em Areias, tendo contado com a participação de cerca de 130 acólitos, provenientes de inúmeras paróquias do Arciprestado.

Em pleno Ano Litúrgico, dedicado pela Arquidiocese de Braga à temática da “Fé Celebrada”, este dia de formação, oração e convívio, organizado pela Pastoral Litúrgica e dos Sacramentos do Arciprestado de V. N. Famalicão, em conjunto com um grupo de acólitos coordenadores provenientes de algumas paróquias do Arciprestado, teve como tema “Desenhados por Deus”.

O encontro iniciou por volta das 9h00, com um momento de acolhimento. Seguiu-se a celebração da Eucaristia, às 10h00, onde os acólitos puderam começar por louvar e dar graças a Deus pelo dia que estavam a viver e pela vocação de acólitos à qual foram chamados e souberam fielmente responder. Durante a homilia, o presidente da celebração, o P.e Daniel Neves, Delegado Arciprestal da Pastoral Litúrgica e Sacramentos, lembrava aos presentes que “o dia que estavam a viver não poderia encerrar-se ali, devendo produzir efeitos na sua vida e, concretamente, no seu ministério”.

A partir das 11h00 os participantes foram divididos em três grupos, consoante a faixa etária, para assistirem a três diferentes filmes, um para cada grupo, ao qual se seguiu uma pequena reflexão Depois do almoço partilhado, às 13h00, que possibilitou um momento de maior convívio e descontracção, às 14h00 foram realizadas algumas actividades teórico-práticas que obrigaram a desenvolver a comunhão, a partilha e inter-ajuda entre todos, além de promover uma pequena reflexão em torno de palavras directamente ligadas ao ministério e à vocação do acólito, como Liturgia, Fé, Serviço e Missão.

Às 16h00 foi tempo de rezar a Oração Final. Terminada a mesma, por volta das 16h30, seguiu-se um novo momento de confraternização, o lanche, enriquecido por um grande bolo preparado para o efeito, que encerrou este dia de formação e alegre partilha.

  

Departamento Arciprestal da Comunicação Social



publicado por arciprestadovnfamalicao às 17:20 | link do post | comentar

Quinta-feira, 6 de Março de 2014

 

No próximo dia 14 de Março, sexta-feira, a Equipa Arciprestal de Catequese de V. N. de Famalicão promove um encontro de Recolecção destinado a todos os catequistas do Arciprestado de V. N. Famalicão. 

Esta iniciativa realiza-se no Seminário dos Missionários Combonianos, em Antas, às 21h15, subordinada ao tema “Sacia-te na fonte da Alegria”, pretendendo proporcionar aos catequistas um serão diferente que melhor os pode ajudar a viver o tempo da Quaresma, o tempo litúrgico de preparação para a Páscoa, a grande festa para os cristãos que encerra em si os acontecimentos centrais da sua Fé.

Sendo este um tempo que convida à oração, ao jejum e à esmola, numa atitude penitente e humilde de quem reconhece as suas sedes e as sedes dos irmãos e, por isso, se abeira da fonte da Alegria, a própria Liturgia, para as saciar, tal como enfatiza a caminhada quaresmal proposta pelo Arciprestado, este encontro de recolecção pretende interpelar nesse sentido, sendo composto de momentos de reflexão, de adoração ao Santíssimo Sacramento e oração, terminando com um tempo de convívio e fraternização entre todos.

Deste modo, a Equipa Arciprestal de Catequese apela à presença de todos os catequistas do Arciprestado, que podem, assim, usufruir de “uma oportunidade privilegiada para melhor saborear a “água viva” que nos sacia e refresca na travessia do deserto quaresmal, rumo à grande festa da Páscoa, para celebrarmos com Fé renovada e autêntica os mistérios da paixão, morte e ressurreição de Cristo Jesus”.

 

Departamento Arciprestal da Comunicação Social

 



publicado por arciprestadovnfamalicao às 16:17 | link do post | comentar

Agosto 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
16
17
18
19

20
21
22
23
24
25
26

27
28
29
30
31


posts recentes

Por Maria até Jesus

Clero de Famalicão viveu ...

“Vamos descansar um pouco...

Paróquia de S. Tiago de A...

Por Maria até Jesus

Arcebispo exortou ao acol...

Nomeado novo pároco para ...

Por Maria até Jesus

Por Maria até Jesus

Diácono Wilson Santos ord...

arquivos

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

facebook
links
blogs SAPO
subscrever feeds