Terça-feira, 31 de Março de 2015

Chamados ao cumprimento do maior dos mandamentos,

De amar a Deus com todas as forças e sobre todas as coisas,

Crendo n’Ele, esperando n’Ele e adorando-O

Como penhor de verdadeira e plena felicidade!

 

Do Catecismo da Igreja Católica:

  1. «Amarás o Senhor teu Deus, com todo o teu coração, com toda a tua alma e com todas as tuas forças» (Dt 6, 5).
  2. O primeiro mandamento chama o homem a crer em Deus, a esperar n'Ele e a amá-Lo sobre todas as coisas.
  3. «Ao Senhor teu Deus adorarás» (Mt 4, 10). Adorar a Deus, orar-Lhe, prestar-Lhe o culto que Lhe é devido, cumprir as promessas e votos que se Lhe fizeram, são actos da virtude da religião, que traduzem a obediência ao primeiro mandamento.
  4. O dever de prestar a Deus um culto autêntico diz respeito ao homem, individual e socialmente.
  5. O homem deve poder professar livremente a religião, tanto em privado como em público (1).

(1). Cf. II Concílio do Vaticano, Decl. Dignitatis humanae, 15: AAS 58 (1966) 940.

 

Arciprestado de V. N. Famalicão



publicado por arciprestadovnfamalicao às 17:36 | link do post | comentar

Quinta-feira, 26 de Março de 2015

Destinatários escolhidos da Revelação Divina,

Implicados no cumprimento fiel e obediente da Lei,

Para experimentarem a graça infinita de um Amor maior

De um Deus que Se dá e oferece como fonte de Vida!

 

Do Catecismo da Igreja Católica:

  1. O Decálogo forma uma unidade orgânica, em que cada «palavra» ou «mandamento» remete para todo o conjunto. Transgredir um mandamento é infringir toda a Lei (1).
  2. O Decálogo encerra uma expressão privilegiada da lei natural. É-nos dado a conhecer pela revelação divina e pela razão humana.
  3. Os Dez Mandamentos enunciam, no seu conteúdo fundamental, obrigações graves. No entanto, a obediência a estes mandamentos implica também obrigações, cuja matéria, em si mesma, é leve.
  4. Aquilo que Deus manda, Ele o torna possível pela sua graça.

 

(1). Cf. Tg 2, 10-11.

 

Arciprestado de V. N. Famalicão



publicado por arciprestadovnfamalicao às 11:45 | link do post | comentar

Quinta-feira, 19 de Março de 2015

L1080573.JPG

 Nos dias 11, 12 e 13 de Março os Ministros Extraordinários da Comunhão (MEC’s) provenientes das diferentes paróquias do Arciprestado de V. N. Famalicão reuniram-se no Centro Pastoral de V. N. Famalicão para viverem um tempo privilegiado de formação e oração, tratando-se de uma iniciativa promovida pelo Arciprestado em consonância com a Pastoral Litúrgica Diocesana.

Os três encontros, decorridos entre as 21h15 e as 22h45, procuraram abordar três diferentes vertentes, uma em cada dia. Assim, no primeiro encontro, depois das boas-vindas e da oração inicial, orientada pelo P.e Nuno Castro, Delegado Arciprestal da Pastoral Litúrgica e Sacramentos, tomou a palavra um professor de canto para apresentar uma formação de teor mais técnico. Deste modo, e porque o MEC é um proclamador da Palavra de Deus sempre que visita um doente, deve ter em atenção alguns aspectos importantes para que “a sua comunicação seja o mais perfeita possível”. Para além dos cuidados a ter com “a respiração, a fonética e a dicção também devem ser trabalhadas e aperfeiçoadas”. Também a interpretação assume especial importância, pois “o leitor é como um actor, tem de mudar as vibrações de voz, sentindo o que está a ler. Deve ainda comunicar com o olhar e ser assertivo na mensagem a transmitir”. Todas estas questões técnicas são particularmente importantes para que “o doente sinta que a pessoa que o visita vem de Deus e é de Deus”.

Por sua vez, o segundo encontro incidiu sobre a visita ao doente e a importância de “saber estar e saber rezar com o doente”, sendo inteiramente conduzido pelo P.e Nuno Castro. Neste âmbito mereceram destaque vários aspectos, tais como “a disponibilidade para a escuta activa, a atitude empática, o acolhimento do mundo emocional, a aceitação incondicional do outro, a autenticidade na relação de ajuda centrada na pessoa, sendo que o objectivo maior é a melhoria da saúde integral do ajudado”. O sacerdote enfatizou ainda que “os MEC’s são portadores de uma pessoa, de um rosto, que é Cristo”, ou seja, “portadores de uma presença, numa relação de ajuda”. São aqueles que “não só distribuem Jesus Eucaristia, mas que também ajudam o doente a carregar a Cruz, sendo que esta é sinal de sofrimento, mas sobretudo de Salvação e caminho feito com Cristo para a alegria da Ressurreição”.

No último dos três encontros os MEC’s reuniram-se na Igreja Nova Matriz de V. N. Famalicão para rezarem diante do Santíssimo Sacramento, exposto no altar, numa celebração presidida também pelo P.e Nuno Castro, onde a escuta da Palavra, intercalada com cânticos e momentos de silêncio, ajudaram cada um a dar graças a Deus, fortalecendo os seus corações na Fé e na consciência mais séria e comprometida relativamente ao ministério que exercem nas suas comunidades paroquiais.

 

Departamento Arciprestal da Comunicação Social



publicado por arciprestadovnfamalicao às 22:47 | link do post | comentar

Quarta-feira, 18 de Março de 2015

 

No próximo sábado, dia 21 de Março, às 21h30, realiza-se um Concerto Coral na Igreja Nova Matriz, em V. N. Famalicão. Trata-se de mais uma iniciativa promovida pela Confraria das Santas Chagas de Santo Adrião, conforme previsto no seu programa para esta Quaresma.

Assim, desta feita, a Confraria conta com a colaboração dos Coros da Paróquia de Santo Adrião (V. N. Famalicão), do Vivace Música da Associação de Moradores das Lameiras (V. N. Famalicão), assim como do coro Capela Marta da Associação Cultural Capela Marta (Póvoa de Varzim).

O convite à presença e participação dirige-se a todos, para que a simbiose entre a Fé e a arte musical proporcionem um belo momento cultural, de reflexão e de oração, enriquecendo este tempo quaresmal com uma preparação mais profunda e favorável, capaz de fortalecer o coração de cada um para os grandes acontecimentos pascais que se avizinham.

 

Confraria das Santas Chagas de Santo Adrião



publicado por arciprestadovnfamalicao às 11:31 | link do post | comentar

Segunda-feira, 16 de Março de 2015

Marcados, por amor, com o selo inviolável da Aliança,

Firmada na dádiva perene e rica do Decálogo

E fortalecida na observância fiel de cada mandamento,

Rumo à plena e incomparável bem-aventurança da Santidade!

 

Do Catecismo da Igreja Católica:

  1. «Que devo fazer de bom para ter a vida eterna;  – Se queres entrar na vida, observa os mandamentos» (Mt 19, 16-17).
  2. Com o seu modo de agir e com a sua pregação, Jesus confirmou a perenidade do Decálogo.
  3. A dádiva do Decálogo foi feita no âmbito da Aliança concluída por Deus com o seu povo. É nesta e por esta Aliança que os mandamentos de Deus recebem o seu verdadeiro significado.
  4. Por fidelidade à Escritura e em conformidade com o exemplo de Jesus, a Tradição da Igreja reconheceu ao Decálogo uma importância e um significado primordiais.

 

Arciprestado de V. N. Famalicão



publicado por arciprestadovnfamalicao às 18:42 | link do post | comentar

Quinta-feira, 12 de Março de 2015

L1080506.JPG

 Foi no passado sábado, dia 7 de Março, que se realizou o Dia Arciprestal do Acólito, um encontro destinado aos acólitos de todas as comunidades paroquiais do Arciprestado de V. N. Famalicão, que desafiou os participantes a deixar-se “saciar por Deus, pois só Ele mata as nossas sedes”.

Desta feita, e à semelhança do ano anterior, esta iniciativa teve lugar no Instituto Nun’Alvres (INA), também conhecido como Colégio das Caldinhas, em Areias, tendo contado com a participação de cerca de 70 acólitos, provenientes de inúmeras paróquias do Arciprestado.

Em ano pastoral dedicado pela Arquidiocese de Braga à temática da “Fé Vivida”, este dia de formação, oração e convívio, organizado pela Pastoral Litúrgica e dos Sacramentos do Arciprestado de V. N. Famalicão, em conjunto com um grupo de acólitos coordenadores provenientes de algumas paróquias do Arciprestado, teve como tema “Sede de Deus”.

Assim, o encontro iniciou por volta das 9h30, com um momento de acolhimento. A partir das 10h00 seguiu-se uma actividade que procurou apresentar e explicar o duplo sentido do tema que presidiu a este encontro, isto é, “sede de Deus enquanto necessidade de O buscar e de se saciar n’Ele e sede de Deus no sentido em que cada um é pertença de Deus”.

A Eucaristia teve lugar às 11h30, onde os acólitos puderam louvar e dar graças a Deus pelo dia que estavam a viver e pela vocação de acólitos à qual foram chamados e souberam fielmente responder. Durante a homilia, o presidente da celebração, o P.e Nuno Castro, Delegado Arciprestal da Pastoral Litúrgica e Sacramentos, evocando a imagem de uma concha, relativa à lembrança que todos receberam, lembrava aos presentes que “cada um deve ser como uma concha, isto é, que se coloca de modo a acolher e receber Deus na sua vida, pois pertencemos-Lhe e só n’Ele o nosso coração se fortalece e se sacia verdadeiramente”.

Depois do almoço partilhado, às 12h30, que possibilitou um momento de maior convívio e descontracção, às 14h00 foram realizadas algumas actividades teórico-práticas, como mímica, desenho, entre outras, que obrigaram a desenvolver a comunhão, a partilha e inter-ajuda entre todos, além de promover uma pequena reflexão em torno do ministério e da vocação do acólito.

Às 16h00 foi tempo de rezar a Oração Final. Terminada a mesma, por volta das 16h30, seguiu-se um novo momento de confraternização, o lanche, enriquecido por um grande bolo preparado para o efeito, que encerrou este dia de formação e alegre partilha.

 

Departamento Arciprestal da Comunicação Social



publicado por arciprestadovnfamalicao às 17:36 | link do post | comentar

Quarta-feira, 11 de Março de 2015

L1080472.JPG

 Na passada sexta-feira, dia 6 de Março, a Equipa Arciprestal de Catequese de V. N. de Famalicão promoveu um encontro de Recolecção destinado a todos os catequistas do Arciprestado, subordinado ao tema “Fortalecei os vossos corações” e procurando enfatizar a imperatividade da Cruz, enquanto via de conversão e de autêntica vivência da Fé.

Esta iniciativa, realizada no Seminário dos Missionários Combonianos, em Antas, a partir das 21h15, reuniu perto de uma centena de catequistas, provenientes de inúmeras paróquias do Arciprestado, que, assim, em plena Quaresma, quiseram viver um momento privilegiado de celebração, manifestação e fortalecimento da sua Fé.

Deste modo, depois das boas-vindas a todos, deu-se início à exposição e adoração do Santíssimo Sacramento, presidida pelo P.e António Loureiro, Assistente da Equipa Arciprestal de Catequese. Enquanto louvavam Cristo presente e vivo no altar, os catequistas presentes puderam assistir a uma reflexão, composta por vídeos, textos e cânticos, que procurou evocar os últimos passos da vida de Jesus, desde a sua flagelação e condenação até à morte na Cruz. Este momento de oração salientou “a incomparável grandeza e infinitude do amor de Deus por nós, assim como a necessidade de nos convertermos e fortalecermos os nossos corações por via desse mesmo amor, isto é, dando-nos aos outros, sem reservas, como Cristo Se deu, abraçando e amando a Cruz como Ele o fez, pois só a Cruz nos salva e só nela a Fé se traduz em frutos de caridade e de vida abundante”.

Durante toda a reflexão os catequistas que assim o desejaram tiveram também a possibilidade de receber o Sacramento da Reconciliação, uma forma privilegiada de melhor se viver a Quaresma, um tempo que convida, precisamente, à penitência.

Terminado o tempo de oração e encontro com Jesus Eucaristia, os presentes foram convidados a tomar parte de um pequeno convívio, que constituiu um novo momento de partilha e feliz confraternização entre todos.

 

Departamento Arciprestal da Comunicação Social



publicado por arciprestadovnfamalicao às 17:26 | link do post | comentar

Terça-feira, 10 de Março de 2015

Saciados na liturgia e na celebração dos Sacramentos,

Para baterem, felizes, ao ritmo da vida moral e cristã,

Animados e fortalecidos pela chama inextinguível da Fé

Que os incendeia no desejo vibrante de ofertar amor e vida!

 

Do Catecismo da Igreja Católica:

  1. A vida moral é um culto espiritual. O agir cristão encontra alimento na liturgia e na celebração dos sacramentos.
  2. Os preceitos da Igreja dizem respeito à vida moral e cristã, unida à liturgia e nutrindo-se dela.
  3. O magistério dos pastores da Igreja em matéria moral exerce-se ordinariamente na catequese e na pregação, com base no Decálogo, que enuncia os princípios da vida moral válidos para todo o homem.
  4. O Romano Pontífice e os bispos, na qualidade de doutores autênticos, pregam ao povo de Deus a fé que deve ser acreditada e aplicada nos costumes. Compete-lhes também pronunciarem-se sobre as questões morais da área da lei natural e da razão.
  5. A infalibilidade do Magistério dos pastores abrange todos os elementos de doutrina, mesmo moral, sem os quais as verdades salvíficas da fé não podem ser guardadas, expostas ou observadas.

 

Arciprestado de V. N. Famalicão



publicado por arciprestadovnfamalicao às 17:04 | link do post | comentar

Segunda-feira, 9 de Março de 2015

MEC's.jpg

 Nos próximos dias 11, 12 e 13 de Março, os Ministros Extraordinários da Comunhão (MEC’s) provenientes das diferentes paróquias do Arciprestado de V. N. Famalicão terão oportunidade de viver um tempo de formação.

Trata-se de uma iniciativa promovida pelo Arciprestado, em consonância com a Pastoral Litúrgica Diocesana, sendo uma oportunidade para aprofundar e enriquecer o espírito de forma a enobrecer a missão.

Esta formação decorre no Centro Pastoral de Vila Nova de Famalicão tendo início às 21h15 e encerrando pelas 22h45, sendo possível realizar a recondução para os MEC’s que necessitem de a fazer e que trataram previamente da respectiva documentação.

O Arciprestado de V. N. Famalicão desafia, assim, todos os MEC’s das diferentes comunidades a viver mais este momento de formação, que os ajudará a desenvolver uma consciência mais séria e comprometida relativamente ao serviço que prestam nas suas comunidades paroquiais, para que, aprofundando e fortalecendo a sua Fé, a possam viver na prática da caridade junto dos irmãos e na fiel devoção ao mistério eucarístico.

 

Departamento Arciprestal da Comunicação Social



publicado por arciprestadovnfamalicao às 17:32 | link do post | comentar

Quinta-feira, 5 de Março de 2015

cartaz.jpg

 No próximo dia 6 de Março, sexta-feira, a Equipa Arciprestal de Catequese de V. N. de Famalicão promove um encontro de Recolecção destinado a todos os catequistas do Arciprestado de V. N. Famalicão.

Esta iniciativa realiza-se no Seminário dos Missionários Combonianos, em Antas, às 21h15, subordinada ao tema “Fortalecei os vossos corações”, pretendendo proporcionar aos catequistas um serão diferente que melhor os pode ajudar a viver o tempo da Quaresma, o tempo litúrgico de preparação para a Páscoa, a grande festa para os cristãos que encerra em si os acontecimentos centrais da sua Fé.

Sendo este um tempo que convida à oração, ao jejum e à esmola, numa atitude penitente e humilde de quem reconhece a sua condição frágil de pecador e sente necessidade de formar, converter e fortalecer o seu coração, de olhos postos na Cruz de Jesus, tal como enfatiza a caminhada quaresmal proposta pelo Arciprestado, este encontro de recolecção pretende interpelar nesse sentido, sendo composto de momentos de reflexão, de adoração ao Santíssimo Sacramento e oração, terminando com um tempo de convívio e fraternização entre todos.

Deste modo, a Equipa Arciprestal de Catequese apela à presença de todos os catequistas do Arciprestado, que podem, assim, usufruir de “uma oportunidade privilegiada para melhor nos limparmos da feiura do pecado, rumo à grande festa da Páscoa, para celebrarmos com Fé viva e renovada e de coração fortalecido pela graça da conversão os mistérios da paixão, morte e ressurreição de Cristo Jesus”.

 

Departamento Arciprestal da Comunicação Social



publicado por arciprestadovnfamalicao às 14:13 | link do post | comentar

Novembro 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
17
18

19
20
24
25

26
27
28
29
30


posts recentes

Equipa Arciprestal de Cat...

Antiga Matriz de Famalicã...

Clero de Famalicão reunid...

Desperta Esperança!

ARTIGO DO P.E MÁRIO MARTI...

Arciprestado de Famalicão...

Desperta Esperança!

D. Jorge Ortiga visitou e...

Arquidiocese de Braga cel...

Desperta Esperança!

arquivos

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

facebook
links
blogs SAPO
subscrever feeds