Terça-feira, 28 de Julho de 2015

Desafiados à purificação segundo a graça de Deus,

Para viverem na doçura do amor autêntico e genuíno,

Pela prática da oração, da castidade, da paciência e da temperança,

Que concorrem para a vivência de uma Fé actuante e transformadora!

 

Do Catecismo da Igreja Católica:

  1. «Todo aquele que olhar para uma mulher, desejando-a, já cometeu adultério com ela no seu coração» (Mt 5, 28).
  2. O nono mandamento acautela-nos contra a cupidez ou concupiscência carnal.
  3. A luta contra a concupiscência carnal passa pela purificação do coração e pela prática da temperança.
  4. A pureza de coração permitir-nos-á ver a Deus: desde já, permite-nos ver tudo segundo Deus.
  5. A purificação do coração exige a oração, a prática da castidade, a pureza de intenção e do olhar.
  6. A pureza do coração requer o pudor que é paciência, modéstia e discrição. O pudor preserva a intimidade da pessoa.

 

 

Arciprestado de V. N. Famalicão



publicado por arciprestadovnfamalicao às 18:20 | link do post | comentar

Sábado, 25 de Julho de 2015

L1090858.JPG

 

O Arcebispo de Braga, D. Jorge Ortiga, evocou a “importância de vivermos uma Fé pura, autêntica e verdadeira”, aquando da Peregrinação Arciprestal ao Santuário de Nossa Senhora do Carmo, em Lemenhe, Vila Nova Famalicão, no domingo passado, dia 19 de Julho.

O momento alto desta festa teve lugar às 10h00, com o início da Peregrinação desde a Igreja Paroquial até ao Santuário de Nossa Senhora do Carmo, uma longa procissão acompanhada pela fanfarra dos escuteiros e com a participação de várias paróquias do Arciprestado de Famalicão, que se fizeram representar, integrando-a com alguns símbolos e estandartes.

À chegada ao recinto do Santuário foi celebrada uma missa campal, iniciada poucos minutos depois das 11h00, presidida pelo Arcebispo Primaz de Braga. Esta celebração, contou ainda com a presença de vários sacerdotes, nomeadamente do pároco de Lemenhe, o P.e António Loureiro, assim como de algumas entidades civis, como foi o caso do Presidente da Câmara de V. N. Famalicão, Paulo Cunha.

Perante um elevado número de fiéis que se quiseram deslocar ao Santuário de Nossa Senhora do Carmo, louvando a Maria e a seu filho Jesus Cristo, D. Jorge Ortiga, nas palavras proferidas durante a homília e explicando que a devoção à Senhora do Carmo iniciou na terra santa, no monte Carmelo, evocou a importância da se viver “uma Fé pura, autêntica e genuína, não oscilando de um lado para o outro, seguindo comportamentos impróprios que negam o que celebramos”. Ao mesmo tempo, frisou a pertinência de se “seguir o cristianismo ao jeito de Nossa Senhora”, ou seja, “viver a Fé como Nossa Senhora a viveu, aprendendo com Maria e tornando-nos capazes de fazer uma experiência autêntica de Fé”. Para tal, e como acrescentou, cada um precisa ser “um homem novo, uma mulher nova, aberto sempre ao Espírito de Deus, assumindo a sua confiança em Jesus Cristo e vivendo segundo o Seu amor”. No entanto, o prelado explicou que homens novos precisam de “um pensamento novo, purificado”, para que cada um possa depois “partir para as acções concretas”, nomeadamente as “Obras de Misericórdia”, através das quais “estaremos a fazer com que Deus hoje fale com o mundo”, lembrando que “importa que as nossas atitudes falem de Deus, mostrem que somos crentes e os outros possam ouvir o grito da nossa voz que testemunha uma vida carregada de uma Fé pura, autêntica e verdadeira”.

Ao terminar, o Arcebispo enfatizou que “num mundo moderno, cheio de aflições”, quer ao nível familiar, profissional ou social, somos desafiados a “imitar a Senhora do Carmo”, seguindo uma concreta Obra de Misericórdia, isto é, “consolando os aflitos, ou seja, indo ao encontro dos outros, não para os criticar, julgar, mas pura e simplesmente para os consolar, sobretudo com a nossa presença amiga e com sinais concretos de amor e de ternura”.

 

Departamento Arciprestal da Comunicação Social

 



publicado por arciprestadovnfamalicao às 16:59 | link do post | comentar

Quinta-feira, 23 de Julho de 2015

Foto.Nomeações.jpg

 

Tal como é habitual, no final de mais um ano pastoral, o Arcebispo Primaz de Braga, D. Jorge Ortiga, perante as necessidades pastorais e tendo em consideração as soluções possíveis num ano em que não se realizaram ordenações sacerdotais, procedeu a diferentes nomeações no que respeita ao movimento eclesiástico na nossa Arquidiocese.

Assim, eis as nomeações tornadas públicas por D. Jorge Ortiga, no passado dia 19 de Julho e no que apenas diz respeito às paróquias do Arciprestado de Vila Nova Famalicão:

O P.e Horácio Campos Moreira foi dispensado, a seu pedido, e por razões de idade, da paroquialidade de São Paio de Seide e Santa Maria de Abade de Vermoim e nomeado colaborador das paróquias de Santo Adrião de Vila Nova de Famalicão, São Martinho de Brufe e São Martinho de Cavalões.

Já o P.e Joaquim Machado Mesquita foi dispensado da paroquialidade de São Pedro de Bairro, continuando com a paroquialidade de São Simão de Novais e nomeado pároco de São Paio de Seide e Santa Maria de Abade de Vermoim.

Por sua vez, o P.e Armindo Paulo da Silva Freitas, foi dispensado da paroquialidade in solidum de São Mateus de Oliveira e nomeado pároco de São Pedro de Bairro, continuando como pároco de São Tiago de Carreira e Santa Maria de Landim.

Quanto ao P.e Victor Rodrigo Mendes Pinheiro foi nomeado pároco de São Mateus de Oliveira, em acumulação com São Pedro de Riba de Ave e São Pedro de Pedome.

No que respeita ao P.e Paulino Alfredo de Oliveira Carvalho foi autorizado a efectuar um Ano Sabático na Pontifícia Universidade de Salamanca.

O P.e Vitorino Capusso, da Arquidiocese de Lubango, foi nomeado vigário paroquial de Santo Adrião de Vila Nova de Famalicão, São Martinho de Brufe e São Martinho de Cavalões, enquanto o Diácono Vítor Manuel Costa Araújo foi nomeado para exercer o ministério diaconal nestas mesmas três paróquias.

No documento publicado a propósito do movimento eclesiástico, D. Jorge Ortiga enfatiza que, não havendo este ano ordenações sacerdotais, “a Arquidiocese deve reflectir seriamente sobre esta realidade”, na medida em que “sabemos que o serviço às comunidades não pode ser desconsiderado e que a fidelidade à missão, confiada por Cristo, obriga-nos a discernir caminhos novos: repensar a pastoral na Arquidiocese e uma atitude proactiva na pastoral vocacional”. O prelado afirma ainda que, este “é um esforço que tem de nos envolver a todos sem excepção, devendo o bem comum e a causa do Reino sobrepor-se a vontades pessoais ou a certas tendências de imobilismo pastoral”.

Posto isto, o Arciprestado agradece a todos aqueles que até agora o serviram e que deixarão de o fazer futuramente e acolhe com afecto os seus novos colaboradores, desejando a todos as maiores felicidades no exercício da sua vocação ao sacerdócio.

 

Departamento Arciprestal da Comunicação Social



publicado por arciprestadovnfamalicao às 16:42 | link do post | comentar

Terça-feira, 21 de Julho de 2015

Marcados com o cunho precioso da verdade,

Para talhar histórias de justiça, de liberdade e de amor,

E cantar mais alto e com novo fulgor a beleza infinita de Deus,

Lugar onde o homem se encontra e repousa nos braços da alegria!

 

Do Catecismo da Igreja Católica:

  1. Uma falta cometida contra a verdade exige reparação.
  2. Em situações concretas, a regra de ouro ajuda a discernir se convém ou não revelar a verdade a quem a pede.
  3. «O sigilo sacramental é inviolável» (1). Os segredos profissionais devem ser guardados. As confidências prejudiciais a outrem não devem ser divulgadas.
  4. A sociedade tem direito a uma informação fundada na verdade, na liberdade e na justiça. É preciso impor-se moderação e disciplina no uso dos meios de comunicação social.
  5. As belas-artes, mas sobretudo a arte sacra, «estão relacionadas, por sua natureza, com a infinita beleza de Deus, que deve ser expressa de algum modo nas obras humanas. E tanto mais se consagram a Deus e contribuem para o seu louvor e para a sua glória, quanto mais se afastarem de todo o propósito que não seja o de contribuir o mais eficazmente possível, através das suas obras, para dirigir o espírito dos homens, piamente, para Deus» (2).

 

(1). CIC can. 983, § 1.

(2). II Concílio do Vaticano, Const. Sacrosanctum Concilium, 122: AAS 56 (1964) 130-131.

 

Arciprestado de V. N. Famalicão



publicado por arciprestadovnfamalicao às 18:27 | link do post | comentar

Terça-feira, 14 de Julho de 2015

Chamados ao testemunho perseverante da verdade,

Na justiça que se impõe sobre as feridas da mentira,

Para que a Fé se viva na plenitude dos gestos e palavras

Que anunciam Aquele que é a Verdade: Jesus Cristo!

 

Do Catecismo da Igreja Católica:

  1. «Não levantarás falso testemunho contra o teu próximo» (Ex 20, 16). Os discípulos de Cristo revestiram-se «do homem novo, que foi criado em conformidade com Deus, na justiça e na santidade, próprias da verdade» (Ef 4, 24).
  2. A verdade ou veracidade é a virtude que consiste em mostrar-se verdadeiro nos actos e em dizer a verdade nas palavras, evitando a duplicidade, a simulação e a hipocrisia.
  3. O cristão não deve «envergonhar-se de dar testemunho do Senhor» (2 Tm 1, 8) em actos e palavras. O martírio é o supremo testemunho dado em favor da verdade da fé.
  4. O respeito pelo bom nome e pela honra das pessoas proíbe toda e qualquer atitude ou palavra de maledicência ou calúnia.
  5. A mentira consiste em dizer o que é falso, com a intenção de enganar o próximo.

 

Arciprestado de V. N. Famalicão



publicado por arciprestadovnfamalicao às 18:09 | link do post | comentar

Quinta-feira, 9 de Julho de 2015

Peregrinação.Arc.Sra.Carmo.jpg

 

Celebrando a Igreja o dia de Nossa Senhora do Carmo no dia 16 de Julho, no próximo dia 19, domingo, realiza-se a tradicional Peregrinação Arciprestal ao seu Santuário, na paróquia de Lemenhe, sendo esta a única Peregrinação de cariz Arciprestal que se decorre no Arciprestado de V. N. de Famalicão.

A Peregrinação terá início às 9h45 da manhã na Igreja Paroquial de Lemenhe, de onde segue para o Santuário de Nossa Senhora do Carmo, onde será celebrada a Eucaristia, às 11h00, presidida por D. Jorge Ortiga, Arcebispo Primaz de Braga.

De resto, e para melhor e mais profundamente se viver esta festa, a preparação para a mesma começa já no dia 10, rezando-se diariamente a Novena com Maria.

O Arciprestado de V. N. de Famalicão lança, assim, o convite a todos os cristãos, lembrando que “aqueles que peregrinam com Maria e até Maria, vivem com Ela, e encorajados pelo seu testemunho, a Fé que nos transforma e conduz à intimidade do seu filho Jesus Cristo, desafiando-nos a anunciar a todos a alegria que irradia do Seu amor”!

 

Departamento Arciprestal da Comunicação Social



publicado por arciprestadovnfamalicao às 17:59 | link do post | comentar

Quarta-feira, 8 de Julho de 2015

Mons.Joaquim.Fernandes.JPG

 

No próximo domingo, dia 12 de Julho, às 17h30, na Paróquia de Mouquim, celebram-se os 70 anos de Ordenação Sacerdotal do Monsenhor Joaquim Fernandes.

Natural da paróquia de Jesufrei, este sacerdote que conta já com 98 anos de vida, serviu durante largos anos o Arciprestado de V. N. Famalicão, como pároco de Santo Adrião e também como Arcipreste.

Deste modo, a presença de todos nós será sinal de comunhão e de ação de graças a Deus, pelo dom da vida e da vocação deste nosso irmão, partilhando a nossa alegria e regozijo por tão bela idade e maravilhoso testemunho.

O Arciprestado de V. N. Famalicão aproveita para endereçar, desde já, os mais sentidos Parabéns ao Monsenhor Joaquim Fernandes, agradecendo-lhe “a forma como sempre viveu a sua vocação, ajudando-nos a despertar para a riqueza incomensurável do sacerdócio, como testemunho de Fé que a todos nos aproxima da pessoa de Jesus Cristo”!

 

Departamento Arciprestal da Comunicação Social



publicado por arciprestadovnfamalicao às 18:30 | link do post | comentar

Terça-feira, 7 de Julho de 2015

Desafiados à riqueza fecunda da partilha generosa e atenta,

Onde o amor e a alegria que ele gera se sobrepõem a todos os bens

E a caridade é caminho de vida a trilhar e a percorrer com coragem

Rumo ao encontro festivo e restaurador com o coração de cada irmão!

 

Do Catecismo da Igreja Católica:

  1. O homem é o autor; o centro e o fim de toda a vida económica e social. O ponto decisivo da questão social é que os bens criados por Deus para todos, cheguem de facto a todos, segundo a justiça e com a ajuda da caridade.
  2. O valor primordial do trabalho diz respeito ao próprio homem, que dele é autor e destinatário. Mediante o seu trabalho, o homem participa na obra da criação. Unido a Cristo, o trabalho pode ser redentor.
  3. O verdadeiro desenvolvimento é o do homem integral. Trata-se de fazer crescer a capacidade de cada pessoa para responder à sua vocação e, portanto, ao apelo de Deus (1).
  4. A esmola dada aos pobres é um testemunho de caridade fraterna; é também uma prática de justiça que agrada a Deus.
  5. Na multidão de seres humanos sem pão, sem tecto, sem residência, como não reconhecer Lázaro, o mendigo esfomeado da parábola (2). Como não ouvir Jesus quando diz: «Também a Mim o deixastes de fazer» (Mt 25, 45)?

 

(1). Cf. João Paulo II, Enc. Centesimus annus, 29: AAS83 (1991) 828-830.

(2). Cf. Lc 16, 19-31.

 

Arciprestado de V. N. Famalicão



publicado por arciprestadovnfamalicao às 18:21 | link do post | comentar

Quarta-feira, 1 de Julho de 2015

L1090642.JPG

Tal como tem vindo a acontecer nos últimos anos, a Equipa Arciprestal de Catequese de V. N. Famalicão promoveu um encontro destinado aos Catequistas Coordenadores Paroquiais de Catequese de todo o Arciprestado, com vista à avaliação do Ano Pastoral 2014-2015, prestes a terminar.

Desta feita, este encontro teve lugar no passado dia 22 de Junho, pelas 21h30, no Centro Pastoral de V. N. de Famalicão e contou com inúmeros catequistas provenientes de várias paróquias do Arciprestado. Num primeiro momento, para além das habituais palavras de acolhimento e boas-vindas proferidas pelo P.e António Loureiro, Assistente da Equipa Arciprestal de Catequese, os catequistas coordenadores foram convidados a viver um breve tempo dedicado à oração e à reflexão a partir do Evangelho do dia.

De seguida, foi o momento de recordar todos os objectivos propostos pelo Departamento Arquidiocesano da Catequese (DAC) para o Ano Pastoral 2014-2015, dedicado pela Arquidiocese de Braga ao tema da “Fé Vivida”, sendo que o objectivo geral consistiu em “Reavivar, purificar, confirmar e confessar a Fé”, desdobrando-se este em alguns objectivos específicos.

Avaliada a concretização na prática destes objectivos, concretamente através das diferentes actividades realizadas e promovidas ao nível arciprestal, foi feita uma primeira e breve apresentação do plano do DAC para o próximo Ano Pastoral, 2015-2016, em que o objectivo geral se mantém o mesmo do ano anterior, concretizável depois por via de um objectivo mais específico - “Consciencializar para o discipulado” -, cujas linhas de acção, apontam para o forte cariz missionário da vocação do catequista, enaltecendo também o papel fundamental desempenhado pelas famílias e por toda a comunidade no âmbito da Catequese.

Foram ainda apresentadas algumas datas importantes, destacando-se aquelas que se encontram mais próximas, como o Dia Arquidiocesano do Catequista, a realizar a 12 de Setembro, entre outras.

O encontro, marcado pelo diálogo e pelo espírito de partilha, onde todos tiveram oportunidades de colocar questões, esclarecer dúvidas e/ou apresentar sugestões para o futuro, terminou com um novo momento de oração.

 

Departamento Arciprestal da Comunicação Social



publicado por arciprestadovnfamalicao às 21:34 | link do post | comentar

Novembro 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
17
18

19
20
24
25

26
27
28
29
30


posts recentes

Equipa Arciprestal de Cat...

Antiga Matriz de Famalicã...

Clero de Famalicão reunid...

Desperta Esperança!

ARTIGO DO P.E MÁRIO MARTI...

Arciprestado de Famalicão...

Desperta Esperança!

D. Jorge Ortiga visitou e...

Arquidiocese de Braga cel...

Desperta Esperança!

arquivos

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

facebook
links
blogs SAPO
subscrever feeds