Sábado, 27 de Fevereiro de 2016

DSC_1061 - CPM.JPG

No passado dia 21 de Fevereiroteve lugar o primeiro encontro do Centro de Preparação para o Matrimónio (CPM) da Zona Pastoral composta pelas paróquias de Ribeirão, Esmeriz, Cabeçudos, Palmeira, Lousado, Vilarinho das Cambas e Fradelos, contando com a presença de cerca de 30 casais que,desta forma, se “mostram empenhadosem fazer esta viagem, com o desejo de ser diferentes e pensar na sua vida de casal de forma mais séria e mais comprometida”.

O CPM é um movimento da Igreja que tem como finalidade dedicar-se à preparação dos noivos para o Matrimónio, promovendo sessões com pedagogia e metodologia próprias, baseadas na revisão de vida e testemunho vivencial, apoiados na reflexão e no diálogo conjugais, que procuram ajudar cadacasala reflectir sobre o seu noivado e a dialogar sobre a validade das suas ideias e dos seus comportamentos.

Porque o casamento é um processo infinitamente mais complexo do queumprocesso civil e religioso, importa que haja uma consciente preparação e vivência. As pessoas que se acolhem como casal “serão lúcidas se perceberem que ganham em «ir casando cada vez mais», nas diferentes etapas da vida, preparando-se, em cada dia, para o imprevisível”.

Deste modo, os encontros de CPM começaram com um tempo dedicado à apresentação de todos os noivos, junto dos casais que os animam e que lhes deixarão ao longo dos 3 encontros o seu testemunho de vida matrimonial, assim como do sacerdote assistente, o P.e Nuno Vilas Boas. Neste ambiente acolhedor foram partilhados “alguns desafios para este percurso e para as suas vidas: a sua presença empenhada e fiel; um tempo, ao longo da semana, para fazerem a sua revisão de vida; e que cada encontro possa terminar com um momento de gratidão, com a celebração da Eucaristia, participada por todos os presentes”.

Com esta viagem “os noivos poderão redescobrir que são chamados a «casar com a Igreja» e não unicamente na igreja”, ou seja,“a ser Igreja doméstica e não «Igreja domesticada»”. Na verdade, “ser Igreja doméstica é uma forma bela de fecundidade. O ritmo familiar de oração, de escuta da Palavra de Deus, assim como a interação e participação na comunidade tornam a família num género de micro célula que forma este corpo que é a Igreja”. Por seu lado, “a Igreja deve «investir» na família. Um abandono ou desleixo pode tornar a família em Igreja domesticada, que age por instinto, procurando serviços e não sacramentos, gerando confrontos e não encontros, gerando multidão e não comunhão, gerando união sem o amor de Deus”.



publicado por arciprestadovnfamalicao às 15:24 | link do post | comentar

Sexta-feira, 26 de Fevereiro de 2016

DSC_9469.JPG

 

DSC_9474.JPG

 

Via.Sacra.Arnoso.STM.jpg

 

A comunidade paroquial de Arnoso Santa Maria, Arciprestado de Vila Nova de Famalicão, viveu no passado fim-de-semana, dias 20 e 21 de Fevereiro, as Solenidades do Senhor dos Passos, “rememorizando a paixão e morte de Jesus Cristo, o amor de Deus e o Deus amor que nos promete a participação na glória e no esplendor da Ressurreição”.

No sábado, no silêncio da noite fria, fez-se bela a vivência da misericórdia do Senhor, através da Via-sacra interparoquial, que percorreu o caminho para a Luz e para Jesus, desde São Miguel de Jesufrei, atravessando a terra da comunidade cristã de Arnoso de Santa Maria, atingindo a meta final, na igreja paroquial de S. Mamede de Sezures. No trajecto, as comunidades cristãs foram purificando o coração, sentindo desaparecer do seu interior “o escândalo da cruz”, percebendo que “o amor vence a morte e leva à vida”. Ao trabalho e ao esforço de viver “como Jesus, chega-se ao repouso, à paz, à alegria, e ressoa, no íntimo mais íntimo, aquela voz do Pai «Tu és meu filho, amado, eleito», mas se O escutares e agires como Ele”. Todas as forças vivas das comunidades participaram na meditação das catorze estações, intercaladas com cânticos apropriados. O ponto alto, mais emotivo e significativo, mais amoroso e sentido, foi o encontro da imagem de Jesus, com a Sua mãe querida e bendita.

No domingo de manhã, celebrou-se a eucaristia dominical, na capela do Senhor dos Passos, animada com as vozes harmoniosas do “grupo coral Eucaristia Jovem”, tudo, com a prestimosa colaboração da Confraria do Senhor dos Passos. À tarde, saiu a majestosa procissão do Senhor dos Passos, enriquecida pelos sermões do Pretório, do Encontro e do Calvário, pelo padre António Moreira, auxiliando, assim, as pessoas a compreender os mistérios que observavam. A procissão foi embelezada por mais de meia centena de figurados, simbolizando personagens bíblicas, conhecidas da piedade cristã, dando brilho e majestade ao acto litúrgico que precede e ajuda a preparação para a Páscoa do Senhor. Presidiu o P.e Francisco Carreira, vice-arcipreste de Vila Nova de Famalicão, sendo acompanhado pelos diáconos Vítor Araújo e Bruno Barbosa.

Deste modo, a comunidade paroquial de Arnoso Santa Maria agradece a todos aqueles que se associaram a estas celebrações que sempre nos ajudam a viver melhor a Quaresma, preparando-nos para a alegria triunfante da Páscoa.



publicado por arciprestadovnfamalicao às 18:25 | link do post | comentar

Quinta-feira, 25 de Fevereiro de 2016

SS16_concurso_foto_cartaz - Cópia.jpg 

 

No âmbito da Programação Cultural e Religiosa da Semana Santa de Vila Nova de Famalicão de 2016, a Confraria das Santas Chagas, em parceria com a Paróquia de Santo Adrião, leva a efeito o IV Concurso de Fotografia, este ano dedicado ao tema “Less is More”.

Desta feita, pretende-se que os participantes procurem registar as expressões, os objectos, os ambientes… pequenos e “invisíveis” que carregam consigo a identidade e a essência da Quaresma, Semana Santa e Festa da Páscoa em Vila Nova de Famalicão neste ano de 2016.

Assim, o concurso desafia aqueles que têm gosto por fotografia a captar as melhores imagens entre os dias 18 e 28 de Março, no âmbito dos eventos culturais e religiosos das Solenidades da Semana Santa e Festa da Páscoa de Vila Nova de Famalicão. Os participantes poderão inscrever-se gratuitamente no concurso através do seguinte e-mail: confraria.santas.chagas@gmail.com.

Para mais esclarecimentos sobre o regulamento, os interessados poderão recorrer ao e-mail supracitado ou consultar a página da Confraria no Facebook (https://www.facebook.com/confraria.santas.chagas).



publicado por arciprestadovnfamalicao às 17:56 | link do post | comentar

12745738_939294909512949_7359701447643706439_n.jpg

 

24.horas.Senhor.Horários.jpg

Nos próximos dias 4 e 5 de Março as paróquias do Arciprestado de Vila Nova de Famalicão vivem o seu Jubileu Arciprestal através da iniciativa “24 horas para o Senhor”, subordinada ao tema “Experimenta a Misericórdia”.

Estas 24 horas de oração mais intensa e de adoração diante do Santíssimo, iniciadas às 19h15 do dia 4 e terminadas à mesma hora do dia seguinte, na Igreja Nova Matriz de Famalicão, Igreja Jubilar do Arciprestado, surgem no contexto do Jubileu Extraordinário da Misericórdia, e em pleno tempo quaresmal, respondendo a um desafio lançado pelo Papa Francisco que convidou as dioceses de todo o mundo a promover esta iniciativa das “24 horas para o Senhor”, à semelhança do que já tinha acontecido o ano passado. Aliás, na sua mensagem para a Quaresma deste ano, o Papa afirma: “Na Bula de proclamação do Jubileu, fiz o convite para que «a Quaresma deste Ano Jubilar seja vivida mais intensamente como tempo forte para celebrar e experimentar a misericórdia de Deus» (Misericordi Vultus, 17). Com o apelo à escuta da Palavra de Deus e à iniciativa ‘24 horas para o Senhor’, quis sublinhar a primazia da escuta orante da Palavra, especialmente a palavra profética. Com efeito, a misericórdia de Deus é um anúncio ao mundo; mas cada cristão é chamado a fazer pessoalmente experiência de tal anúncio.”

Deste modo, também o Arciprestado de Vila Nova de Famalicão, em sintonia com a Arquidiocese de Braga e o seu programa, abraçou este desafio, procurando concretizá-lo. Assim, cada paróquia, nos seus vários movimentos e grupos paroquiais, está convidada a participar, proporcionando a todos uma oportunidade para se colocar diante de Deus, cujo nome é Misericórdia. Para facilitar e permitir uma melhor organização, cada uma das horas está atribuída às várias paróquias do arciprestado, agrupadas conforme o pároco.

Além disso, para melhor se celebrar este acontecimento, as diferentes horas de adoração serão dinamizadas pelos vários movimentos e grupos arciprestais.

O Arciprestado sugere ainda que cada paróquia organize a sua peregrinação jubilar, pois esta é uma das características dos anos jubilares. Logo, este pode ser um bom dia para em comunidade fazer essa peregrinação, com sentido penitencial, até à Igreja jubilar do Arciprestado, para aí se colocar diante do Senhor, rico em Misericórdia!

 

Departamento Arciprestal da Comunicação Social



publicado por arciprestadovnfamalicao às 00:05 | link do post | comentar

Terça-feira, 23 de Fevereiro de 2016

 

“Sede misericordiosos, como o vosso Pai é misericordioso.”

(Lucas 6, 36)

 

“O triunfo cristão é sempre uma cruz, mas cruz que é, simultaneamente, estandarte de vitória, que se empunha com ternura batalhadora contra as investidas do mal. O mau espírito da derrota é irmão da tentação de separar prematuramente o trigo do joio, resultado de uma desconfiança ansiosa e egocêntrica.”

 

(Papa Francisco, A Alegria do Evangelho, 85)

 

“No nosso tempo, em que a Igreja está comprometida na nova evangelização, o tema da misericórdia exige ser reproposto com novo entusiasmo e uma acção pastoral renovada. É determinante para a Igreja e para a credibilidade do seu anúncio que viva e testemunhe, ela mesma, a misericórdia. A sua linguagem e os seus gestos, para penetrarem no coração das pessoas e desafiá-las a encontrar novamente a estrada para regressar ao Pai, devem irradiar misericórdia.”

 

(Papa Francisco, Bula de Proclamação do Jubileu Extraordinário da Misericórdia)

 

 

Arciprestado de V. N. Famalicão



publicado por arciprestadovnfamalicao às 17:46 | link do post | comentar

Domingo, 21 de Fevereiro de 2016

cartaz%202016.jpg

A comunidade paroquial de Arnoso Santa Maria, Arciprestado de Vila Nova de Famalicão, vive no próximo fim-de-semana, dias 20e 21 de Fevereiro, as Solenidades do Senhor dos Passos,celebrações características e próprias do tempo da Quaresma, que são já uma tradição nesta paróquia.

As celebrações, promovidas pela Confraria do Senhor dos Passos de Santa Maria de Arnoso, iniciam no sábado, dia 20, às 20h00, com a Via Sacra Interparoquial, envolvendo as comunidades de Jesufrei, de Arnoso Santa Maria e de Sezures, com encenação ao vivo pelo Grupo de Jovens, Catequese e Grupos Corais.

Já no domingo, dia 21, às 10h30,realiza-se a Missa em honra do Senhor dos Passos, na Capela do Calvário, solenizada pelo grupo coral da paróquia, “ Eucaristia Jovem”.

Da parte da tarde, às 15h00, tem lugar o Sermão do Pretório na Igreja Paroquial, a cargo do P.e Manuel António Barbosa Moreira. Segue-se a Majestosa Procissão da Paixão do Senhor com inúmeros figurados, representando Quadros Bíblicos da Paixão de Cristo. Destacam-se alguns dos pontos altos que marcam e enriquecem esta celebração, como o Sermão do Encontro com Quadros Bíblicos do Canto da Verónica, a Procissão ao Alto do Calvário, acompanhada pela “Banda Marcial de Arnoso”,e regresso à Igreja Paroquial, e aindao Sermão do Encerramento, com o Quadro Bíblico da Morte do Senhor, acompanhado por Sua Mãe, a Senhora das Dores, Maria Madalena e João Evangelista.

Deste modo, são inúmeras as razões para participar nestes momentos de oração, carregados de intenso simbolismo e constituindo claras manifestações da Fé que, quando vivida e anunciada de forma comprometida, nos interpela a, como Jesus, tomarmos a Cruz por amor e nela purificarmos o nosso coração, rumo às grandes festas pascais.

 



publicado por arciprestadovnfamalicao às 14:15 | link do post | comentar

Terça-feira, 16 de Fevereiro de 2016

 

“Reconciliai-vos com Deus. Este é o tempo favorável.”

 

(2ª Carta aos Coríntios 5, 20.6,2)

 

“A alegria do Evangelho é tal que nada e ninguém no-la poderá tirar (cf. Jo 16,22). Os males do nosso mundo – e os da Igreja – não deveriam servir como desculpa para reduzir a nossa entrega e o nosso ardor. Vejamo-los como desafios para crescer. Além disso, o olhar crente é capaz de reconhecer a luz que o Espírito Santo sempre irradia no meio da escuridão, sem esquecer que, «onde abundou o pecado, superabundou a graça» (Rm 5,20).”

 

                                                   (Papa Francisco, A Alegria do Evangelho, 84)

 

“A Igreja tem a missão de anunciar a misericórdia de Deus, coração pulsante do Evangelho, que por meio dela deve chegar ao coração e à mente de cada pessoa. A Esposa de Cristo assume o comportamento do Filho de Deus, que vai ao encontro de todos sem excluir ninguém.”

 

(Papa Francisco, Bula de Proclamação do Jubileu Extraordinário da Misericórdia)

 

 

Arciprestado de V. N. Famalicão



publicado por arciprestadovnfamalicao às 17:54 | link do post | comentar

Quinta-feira, 11 de Fevereiro de 2016

L1150101.JPG

Nos dias 3, 4 e 5 de Fevereiro os Ministros Extraordinários da Comunhão (MEC’s) provenientes das diferentes paróquias do Arciprestado de Vila Nova de Famalicão reuniram-se no Centro Pastoral de Famalicão para viverem um tempo privilegiado de formação e oração, tratando-se de uma iniciativa promovida pelo Arciprestado que desafiou cada um a viver como “promotor da Misericórdia de Deus”, na certeza de que esta “é a cura que podemos oferecer aos irmãos feridos”.

Assim, no primeiro encontro, decorrido entre as 21h15 e as 22h30, tal como os que se seguiram, depois das boas-vindas e da oração inicial, tomou a palavra o P.e Nuno Castro, Delegado Arciprestal da Pastoral Litúrgica, que lembrou aos presentes que “o MEC é chamado a viver um vocação cristã”, alguém “dotado de Fé, que tem a certeza daquilo que espera e que, porque acredita, vê primeiro a Deus, devendo ajudar outros a ver também”. Partindo de algumas parábolas e explicando-as, pois “Jesus fala da Misericórdia em parábolas”, o sacerdote enfatizou ainda que “o MEC é enviado a dar testemunho de Jesus, revelando o rosto de Deus misericordioso”. Esta afirmação foi corroborada pela certeza de que “Deus envia sempre cada um de nós com o outro e para o outro”, pois “a Misericórdia de Deus não se decreta sozinha, nem somente através da relação entre alguém e Deus, mas refere-se sempre às relações com os outros”.

Por sua vez, o segundo encontro incidiu sobre os Sacramentos da Cura, sendo inteiramente conduzido pelo P.e Jorge Vilaça, do Departamento Arquidiocesano da Pastoral da Saúde. Assim, depois de explicar que “ter saúde ultrapassa as questões meramente físicas, sendo sobretudo um equilíbrio diário, que implica sentir-se bem consigo próprio, com os outros e com Deus”, o orador lembrou que todos nós, sem excepção “somos portadores de feridas e, por isso, todos precisamos de cura”. No entanto, e como acrescentou, “todos somos curadores feridos”, isto é, “todos temos dentro de nós ‘remédios’ que podemos dar aos outros para os curar, para lhes sarar as feridas dos mais diversos âmbitos”. Logo, e porque “Jesus nos salva a partir de dentro”, nós, e particularmente os MEC’s, “precisamos agir como Cristo e fazer sair de nós uma força que cure, a força da Fé, revestida de Misericórdia e compaixão, que temos de anunciar e levar aos outros”.

No último dos três encontros os MEC’s reuniram-se na Igreja Nova Matriz de Vila Nova de Famalicão para rezarem diante do Santíssimo Sacramento, exposto no altar, numa celebração presidida pelo P.e Nuno Castro, onde a escuta da Palavra, intercalada com cânticos e momentos de silêncio, ajudaram cada um a viver um encontro mais íntimo com Deus Trindade, “o curador, o cheio de Misericórdia”, reafirmando o seu compromisso como anunciadores da Fé e da Alegria do Evangelho, por meio do ministério que exercem nas suas comunidades paroquiais.

  

Departamento Arciprestal da Comunicação Social



publicado por arciprestadovnfamalicao às 17:43 | link do post | comentar

Terça-feira, 9 de Fevereiro de 2016

 

“Vinde e segui-Me e farei de vós pescadores de homens.”

 (Mateus 4, 19)

 

“Não deixemos que nos roubem a alegria da evangelização!”

 

(Papa Francisco, A Alegria do Evangelho, 83)

 

“Chegou de novo, para a Igreja, o tempo de assumir o anúncio jubiloso do perdão. É o tempo de regresso ao essencial, para cuidar das fraquezas e dificuldades dos nossos irmãos. O perdão é uma força que ressuscita para nova vida e infunde a coragem para olhar o futuro com esperança.”

 

(Papa Francisco, Bula de Proclamação do Jubileu Extraordinário da Misericórdia)

 

 

Arciprestado de V. N. Famalicão



publicado por arciprestadovnfamalicao às 15:10 | link do post | comentar

Sábado, 6 de Fevereiro de 2016

Festa.Idoso.Arnoso.STM.jpg

No passado dia 31 de Janeiro, a comunidade paroquial de Arnoso Santa Maria, Arciprestado de Vila Nova de Famalicão, “gerou”um momento propício de “dimensão convivial e fraternal”, denso e intenso de sentido, deixando-se tocar pela presença consoladora, alegre e feliz dos irmãos doentes e dos amigos mais idosos.

Ao celebrar este dia, viveu-se a experiência de “uma Igreja de sujeitos em que cada um participa” a seu modo, não esquecendo a prestimosa colaboração da Conferência Vicentina da paróquia e da junta de freguesia local. Ao mesmo tempo, e como referiu o pároco, o P.e José Pedro Novais, um encontro desta natureza recorda-nos que “a comunidade cristã tem o dever de estar presente nos lugares onde a vida é mais precária ou está ameaçada”, ou seja, precisa “proporcionar empatia e, não somente simpatia, sentir compaixão, abrir as entranhas, grávidas de misericórdia, para acolher os outros”. Desta forma, estará a “agir como Jesus Cristo fazia: deixar-se tocar de amor pelo outro mais necessitado e mais pobre, fazendo gerar mais vida humana”.

O dia foi marcado por dois momentos significativos para todos os participantes: a celebração alegre e festiva da Eucaristia e a Santa Unção para os doentes. Na sexta-feira anterior, proporcionou-se o Sacramento Reconciliação a quem quis “arrumar a sua casa com Deus e com os irmãos, para apresentar uma morada bem asseada para Deu”. O Sacramento da Santa Unção, administrado aos enfermos em perigo de vida ou com mais de 65 anos, ungindo-os na fronte e nas mãos com óleo de oliveira, serve para reconfortar, animar, aliviar e dar forças para suportar a cruz da vida humana, com coragem e amor, esperando sempre a Vida plena e feliz.

Depois de reconfortados espiritualmente e bem relacionados com Cristo Jesus, mediante a alimentação da oração e a vida sacramental, os doentes e idosos foram encaminhados para uma sala de convívio, na freguesia do Louro, onde se refizeram as forças físicas, em ambiente de simpatia e respeito. A festa foi animada pelo grupo de concertinas de Arnoso Santa Eulália. No final, venceu a alegria e a paz interior, na certeza de que “Deus age sempre, onde os homens e mulheres decidem olhar para Ele”.



publicado por arciprestadovnfamalicao às 15:30 | link do post | comentar

Outubro 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12

15
16
18
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30
31


posts recentes

Coordenadores Paroquiais ...

PARA AJUDAR A MELHOR VIVE...

Formação de Adultos desaf...

Movimentos da Acção Catól...

Movimento “Eu Sou Matriz”...

Dia Internacional do Trab...

Arquidiocese de Braga ini...

Antas acolheu em festa o ...

Novo pároco de Antas toma...

Crismandos de várias comu...

arquivos

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

facebook
links
blogs SAPO
subscrever feeds