Quinta-feira, 28 de Abril de 2016

L1150571.JPG

L1150578.JPG

Na passada sexta-feira, dia 22 de Abril, a Equipa Arciprestal de Catequese de Vila Nova de Famalicão promoveu um encontro de Recolecção destinado a todos os catequistas, e também a todos os pais, do Arciprestado, subordinado ao tema “Como são belos os pés que anunciam!” e procurando enfatizar a missão, a todos confiada, de anunciadores da grande alegria da Ressurreição de Jesus.

Esta iniciativa, realizada no Seminário dos Missionários Combonianos, em Antas, a partir das 21h15, reuniu dezenas de catequistas e pais, provenientes de inúmeras paróquias do Arciprestado, que, assim, em pleno tempo da Páscoa e neste Ano Jubilar da Misericórdia, quiseram viver um momento privilegiado de celebração e fortalecimento da sua Fé.

Deste modo, depois das boas-vindas a todos, deu-se início à exposição e adoração do Santíssimo Sacramento, presidida pelo P.e António Loureiro, Assistente da Equipa Arciprestal de Catequese. Enquanto louvavam Cristo presente e vivo no altar, os catequistas e pais presentes puderam assistir a uma reflexão, composta por vídeos, textos e cânticos, que procurou recordar que “a grande e extraordinária notícia da Ressurreição de Jesus nos convoca a viver como fiéis discípulos missionários, isto é, a abraçar a missão bela e incomparável de anunciar a todos que Cristo vive connosco para sempre, entregando a nossa vida por amor, tal como Ele, pela prática das Obras de Misericórdia”.

Durante toda a reflexão os que assim o desejaram tiveram também a possibilidade de receber o Sacramento da Reconciliação, uma forma privilegiada de melhor sentir e experimentar o amor de Deus misericordioso.

Terminado o tempo de oração e encontro com Jesus Eucaristia, os presentes foram convidados a tomar parte de um pequeno convívio, que constituiu um novo momento de partilha e feliz confraternização entre todos.

 

Departamento Arciprestal da Comunicação Social



publicado por arciprestadovnfamalicao às 17:43 | link do post | comentar

Terça-feira, 26 de Abril de 2016

 

“Deus habitará com os homens: eles serão o seu povo e o próprio Deus, no meio deles, será o seu Deus. Ele enxugará todas as lágrimas dos seus olhos; nunca mais haverá morte nem luto, nem gemidos nem dor, porque o mundo antigo desapareceu.”

 

(Apocalipse 21, 3-4)

 

“Esta salvação, que Deus realiza e a Igreja jubilosamente anuncia, é para todos, e Deus criou um caminho para se unir a cada um dos seres humanos de todos os tempos. Escolheu convocá-los como povo, e não como seres isolados. Ninguém se salva sozinho, isto é, nem como indivíduo isolado, nem por suas próprias forças. Deus atrai-nos, no respeito da complexa trama de relações interpessoais que a vida numa comunidade humana supõe. Este povo, que Deus escolheu para si e convocou, é a Igreja.”

 

(Papa Francisco, A Alegria do Evangelho, 113)

 

“Com convicção, ponhamos novamente no centro o sacramento da Reconciliação, porque permite tocar sensivelmente a grandeza da misericórdia. Será, para cada penitente, fonte de verdadeira paz interior.”

 

(Papa Francisco, Bula de Proclamação do Jubileu Extraordinário da Misericórdia)

 

 

Arciprestado de V. N. Famalicão



publicado por arciprestadovnfamalicao às 17:33 | link do post | comentar

Segunda-feira, 25 de Abril de 2016

Formação.Leitores.jpg

Nos próximos dias 27, 28 e 29 de Abril, os Leitores provenientes das diferentes paróquias do Arciprestado de Vila Nova Famalicão terão oportunidade de viver um tempo de formação.

Trata-se de uma iniciativa promovida pelo Arciprestado, em consonância com a Pastoral Litúrgica Diocesana, sendo uma oportunidade para aprofundar e enriquecer o espírito de forma a enobrecer a missão.

Esta formação decorre no Centro Pastoral de Vila Nova de Famalicão, iniciando sempre às 21h15 e encerrando pelas 22h30.

O Arciprestado desafia, assim, todos os Leitores das diferentes comunidades a “participar neste momento formativo, sempre tão importante para ajudar a desenvolver uma consciência mais séria e comprometida relativamente ao tão nobre ministério litúrgico que exercem nas suas paróquias, promovendo, ao mesmo tempo, um aprofundamento da Fé, para que, imbuídos de espírito litúrgico, nunca deixem de a anunciar fielmente no serviço aos irmãos e no amor à Palavra de Deus”.

 

Departamento Arciprestal da Comunicação Social



publicado por arciprestadovnfamalicao às 20:59 | link do post | comentar

Domingo, 24 de Abril de 2016

Jubileu.Clero.jpg

IMG_0590.JPG

O passado dia 17 de Abril, 53º Dia Mundial de Oração pelas Vocações, também conhecido como domingo do Bom Pastor, foi a data escolhida para a celebração do Jubileu do Clero famalicense.

Este encontro surgiu no contexto do Ano Santo da Misericórdia proclamado pelo Papa Francisco, pretendendo congregar numa mesma Eucaristia os vários sacerdotes e diáconos que se encontram ao serviço do Arciprestado.

A celebração teve lugar às 19h15, na Igreja Nova Matriz de Famalicão, encerrando uma tarde particularmente rica no Arciprestado, que contou com a realização do Jubileu Juvenil da Misericórdia, integrado em mais uma edição do Dia Arciprestal dos Movimentos Juvenis, no contexto do qual teve ainda lugar a segunda conferência do Ciclo de Conferências Pascais a decorrer em Vila Nova de Famalicão.

Presidiu à Eucaristia D. Nuno Almeida, Bispo Auxiliar de Braga, acompanhado por vinte e quatro sacerdotes e dois diáconos. Na homilia proferida o prelado destacou a “vocação de pastor”, vivida de forma especial através do “sacerdócio”, “como aquele que ama e conhece as suas ovelhas, conduzindo-as sempre para as pastagens da alegria de Jesus Cristo”.

Terminada a celebração, seguiu-se um tempo de convívio e partilha, em que os sacerdotes puderam confraternizar entre si, animados por um bolo preparado a preceito que ajudou a engrandecer a festa.

 

Departamento Arciprestal da Comunicação Social



publicado por arciprestadovnfamalicao às 16:51 | link do post | comentar

Quinta-feira, 21 de Abril de 2016

L1150452.JPG

L1150530.JPG

No passado domingo, dia 17 de Abril, a Equipa de Pastoral Juvenil do Arciprestado de Vila Nova Famalicão promoveu a realização do Dia Arciprestal dos Movimentos Juvenis. Esta iniciativa, realizada em plena 53ª Semana de Oração pelas Vocações e inspirada na Mensagem do Santo Padre para o Dia Mundial da Juventude – «Felizes os misericordiosos, porque alcançarão misericórdia» (Mt 5, 7), procurou despertar os jovens para o imperativo do anúncio do amor misericordioso revelado por Jesus.

Destinando-se particularmente aos jovens e adolescentes das diferentes comunidades, esta celebração do Jubileu Juvenil da Misericórdia iniciou às 15h00, no Centro Cívico e Pastoral de Famalicão, prolongando-se até ao final da tarde.

Assim, depois do Assistente da Equipa da Pastoral Juvenil, o P.e Nuno Vilas Boas, dar as boas-vindas a todos os presentes, seguiu-se um breve momento de reflexão e uma dinâmica, realizados a partir de um vídeo relativo às Jornadas Mundiais da Juventude que decorrerão no final de Julho, em Cracóvia, na Polónia, cujo tema central é precisamente a Misericórdia, em consonância com o Ano Jubilar que a Igreja celebra.

Seguiu-se um momento de animação musical, a cargo dos cantores Fábio Rio, do grupo Pentágono, e de Pedro Maceiras, que passou pelo programa televisivo The Voice, que, além de interpretarem várias músicas, partilharam também o seu testemunho como jovens e como cristãos. Seguiu-se-lhes o Agrupamento de Escuteiros de Pedome que brindou os presentes com alguns cânticos do seu reportório.

Às 17h30 os jovens tomaram parte daquela que foi a segunda conferência do Ciclo de Conferências Pascais a decorrer no Arciprestado. D. Nuno Almeida, Bispo Auxiliar de Braga, continuou a sua exposição iniciada na semana anterior, relativa ao tema “Anunciadores da Misericórdia”. Começando por enfatizar que “não é possível ser-se cristão sem se ser misericordioso”, o prelado lembrou “a importância de se lutar sempre contra a indiferença e trabalhar para vencer as tendências instintivas que estão enraizadas no coração humano”. Salientando que “Jesus é rosto da Misericórdia” e nós somos seus “discípulos missionários”, que devemos, “como Ele, anunciar e viver o que anunciamos”, D. Nuno apresentou um conjunto de características que definem o amor misericordioso que somos chamados a praticar. Assim, lembrou que devemos “amar Jesus no irmão”; “amar a todos”, pois “a Misericórdia não admite acepção de pessoas nem exclusões”; “ser o primeiro a amar”, ou seja, “tomar a iniciativa”, na medida em que “o próximo é aquele de quem nos fazemos próximos”; “amar o outro como a si mesmo”; “amar os inimigos”, destacando a importância fulcral do “perdão” e “amarmo-nos uns aos outros”, conforme “o mandamento novo de Jesus”.

De referir que, durante a sua apresentação, D. Nuno deliciou os presentes, ajudando-os a melhor reflectir, quando, com a ajuda da guitarra, interpretou a solo dois cânticos, também eles relacionados com esta temática da Misericórdia.

No final houve ainda tempo para um lanche, terminando assim a tarde em ambiente festivo, de partilha e de agradável convívio entre todos.

 

Departamento Arciprestal da Comunicação Social



publicado por arciprestadovnfamalicao às 16:36 | link do post | comentar

Quarta-feira, 20 de Abril de 2016

 

“As minhas ovelhas escutam a minha voz. Eu conheço as minhas ovelhas e elas seguem-Me. Eu dou-lhes a vida eterna e nunca hão-de perecer e ninguém as arrebatará da minha mão.”

 

(João 10, 27-28)

 

“A salvação, que Deus nos oferece, é obra da sua misericórdia. Não há acção humana, por melhor que seja, que nos faça merecer tão grande dom. Por pura graça, Deus atrai-nos para nos unir a si. Envia o seu Espírito aos nossos corações, para nos fazer seus filhos, para nos transformar e tornar capazes de responder com a nossa vida ao seu amor. A Igreja é enviada por Jesus Cristo como sacramento da salvação oferecida por Deus. Através da sua acção evangelizadora, ela colabora como instrumento da graça divina, que opera incessantemente para além de toda e qualquer possível supervisão.”

 

(Papa Francisco, A Alegria do Evangelho, 112)

 

“«Um ano de misericórdia»: isto é o que o Senhor anuncia e que nós desejamos viver. Este Ano Santo traz consigo a riqueza da missão de Jesus que ressoa nas palavras do Profeta: levar uma palavra e um gesto de consolação aos pobres, anunciar a libertação a quantos são prisioneiros das novas escravidões da sociedade contemporânea, devolver a vista a quem já não consegue ver porque vive curvado sobre si mesmo, e restituir dignidade àqueles que dela se viram privados. A pregação de Jesus torna-se novamente visível nas respostas de fé que o testemunho dos cristãos é chamado a dar. Acompanhem-nos as palavras do Apóstolo: «Quem pratica a misericórdia, faça-o com alegria» (Rm 12, 8).”

 

(Papa Francisco, Bula de Proclamação do Jubileu Extraordinário da Misericórdia)

 

 

Arciprestado de V. N. Famalicão



publicado por arciprestadovnfamalicao às 16:29 | link do post | comentar

Terça-feira, 19 de Abril de 2016

Recoleção de Páscoa 2016.jpg

No próximo dia 22 de Abril, sexta-feira, a Equipa Arciprestal de Catequese de Vila Nova de Famalicão promove um encontro de Recolecção destinado a todos os catequistas do Arciprestado, alargando, desta vez, o convite também a todos os pais dos catequizandos das diferentes comunidades, por forma a congregar no mesmo espaço de oração aqueles que abraçam a missão de principais educadores na Fé.

Esta iniciativa realiza-se no Seminário dos Missionários Combonianos, em Antas, às 21h15, subordinada ao tema “Como são belos os pés que anunciam!”, pretendendo proporcionar aos catequistas e pais um serão diferente que melhor os pode ajudar a viver de forma mais profunda este tempo da Páscoa.

Sendo este um tempo que convida, particularmente, ao anúncio apaixonado da grande alegria da Ressurreição de Jesus, desafiando-nos a colocar os pés nos infindáveis caminhos da evangelização, tal como enfatiza a caminhada pascal proposta pelo Arciprestado, este encontro de recolecção pretende interpelar nesse sentido, sendo composto de momentos de reflexão, de adoração ao Santíssimo Sacramento e oração, terminando com um tempo de convívio e confraternização entre todos.

De realçar que os pais poderão fazer-se acompanhar pelos seus filhos, pois haverá também um espaço com jogos e dinâmicas, assim como alguém responsável, preparados especialmente para os receber e acompanhar durante o tempo da oração.

Deste modo, a Equipa Arciprestal de Catequese apela à presença de todos os catequistas e pais do Arciprestado, que podem, assim, usufruir de “uma oportunidade privilegiada para melhor prepararem o seu coração e os seus pés para percorrer os maravilhosos caminhos do anúncio da Fé, para que todos experimentem a ternura da Misericórdia de Deus e se alegrem com a deliciosa notícia de que Cristo ressuscitou e vive connosco para sempre”.

 

Departamento Arciprestal da Comunicação Social



publicado por arciprestadovnfamalicao às 19:35 | link do post | comentar

Sábado, 16 de Abril de 2016

L1150408.JPG 

Nuno Almeida, Bispo Auxiliar de Braga, orientou a primeira Conferência Pascal promovida pelo Arciprestado de Vila Nova de Famalicão, realizada no passado domingo, dia 10 de Abril, apresentando aos presentes uma reflexão sobre “a bem-aventurança da Misericórdia”.

Tendo estas conferências como tema central “Anunciadores da Misericórdia”, o encontro iniciou às 17h30 na Igreja Nova Matriz de Famalicão, Igreja Jubilar do Arciprestado, com um momento musical, a cargo de um dos coros da paróquia de Santo Adrião, Vila Nova Famalicão, seguindo-se as palavras de acolhimento e boas-vindas, proferidas pelo Arcipreste, o P.e Armindo Paulo Freitas.

Tomando a palavra, D. Nuno começou por referir que “no precioso tesouro do Evangelho, a Misericórdia é como um diamante de alto valor, brilhante pela alegria e vida que irradia, que reflecte por raios coloridos o amor regenerador de Deus”. Logo, e como acrescentou, “somos herdeiros deste tesouro e permanentemente convidados pelo Papa a marcar a nossa vida, vocação e missão com o selo da Misericórdia”, pois mesmo seguindo “caminhos diversificados, todos bebemos da mesma fonte que é o amor de Deus”. Posto isto, o prelado enumerou os três vectores que conduzirão a sua reflexão ao longo das três conferências, lembrando que “a Misericórdia é bem-aventurança, profecia e cura”.

Debruçando-se neste primeiro encontro sobre a bem-aventurança da Misericórdia – «Felizes os misericordiosos, porque alcançarão misericórdia» -, salientou que esta “provém do amor e favor divinos, aproxima o Reino de Deus das pessoas e as pessoas do Reino de Deus, estando repleta de gratuidade e alegria”.

O orador lembrou que “a nossa Misericórdia está sempre em segundo lugar, isto é, podemos ser misericordiosos porque Alguém nos amou primeiro e, só por isso, nos tornamos capazes de fazer o mesmo”. Deste modo, “amamos a Deus porque Ele nos amou primeiro, não pelo que fizemos ou deixamos de fazer, pois trata-se de um amor gratuito e incondicional”.

Assim sendo, D. Nuno enfatizou que “Deus ama-nos pessoalmente, porque é Pai; ama-nos incondicionalmente, porque é Amor; quer o melhor para nós, porque somos Filhos e sempre toma a iniciativa, ou seja, vem até nós, ama-nos e torna-nos capazes de amar e de recomeçar a amar”.

Para melhor o explicar, a partir da proclamação da passagem bíblica relativa aos Discípulos de Emaús, o Bispo Auxiliar referiu que “a Misericórdia tem rosto humano em Jesus Cristo”, pois é a partir do “seu amor, que vem ao nosso encontro, que somos capazes de lhe abrir a casa do nosso coração e de lhe responder com um gesto de hospitalidade”, o que corrobora a certeza deixada pela bem-aventurança de que “a Misericórdia cresce com o seu exercício”.

Em pleno Jubileu da Misericórdia, seguem-se ainda mais duas Conferências Pascais, nos dias 17 e 24 de Abril, sempre à mesma hora e no mesmo local.

 

Departamento Arciprestal da Comunicação Social



publicado por arciprestadovnfamalicao às 15:01 | link do post | comentar

Sexta-feira, 15 de Abril de 2016

L1150380.JPG

No passado dia 9 de Abril, sábado, pelas 21h30, teve lugar no Seminário dos Combonianos, em Antas, Vila Nova de Famalicão, uma Vigília de Oração pelas Vocações que interpelou os jovens presentes a “abrir o seu coração a Deus, seguindo o Seu chamamento”.

Com o objectivo de celebrar e melhor preparar a vivência da Semana de Oração pelas Vocações, a decorrer entre 10 e 17 de Abril, o Arciprestado de Vila Nova de Famalicão, em parceria com os Missionários Combonianos e o Movimento JIM – Jovens em Missão, promoveu este momento de oração que congregou um elevado número de jovens proveniente das mais diversas comunidades do Arciprestado, que lotou completamente a capela do Seminário.

Assim, depois de breves palavras de acolhimento e boas-vindas, proferidas pelo P.e Alberto Vieira e Castro, sacerdote comboniano, que é actualmente o Delegado Arciprestal para as Vocações, Ministérios e Missões, iniciou então a vigília com a exposição do Santíssimo Sacramento.

Durante a vigília, presidida por um outro sacerdote comboniano, o P.e Leonel Claro, os presentes puderam escutar e meditar a partir de diferentes textos retirados da Sagrada Escritura, intercalados com testemunhos vocacionais apresentados na primeira pessoa. Ao mesmo tempo, foram desafiados a reflectir, sempre diante de Jesus Sacramentado, sobre os dons recebidos de Deus para que, “sem medo, lhe possam abrir as portas do seu coração, para melhor discernir o que Deus pede e como O podem fielmente seguir e anunciar, servindo a Sua Igreja com alegria e entusiasmo”.

Perto do final, tomou a palavra o Arcipreste de Famalicão, o P.e Armindo Paulo Freitas, para de novo lembrar aos jovens que “não devem ter medo de escutar e seguir a Deus, devendo sempre sincronizar o batimento cardíaco do seu coração com o coração de Deus, como condição para encontrar a verdadeira felicidade”.

 

Departamento Arciprestal da Comunicação Social



publicado por arciprestadovnfamalicao às 12:15 | link do post | comentar

Quinta-feira, 14 de Abril de 2016

Nine.Igreja.jpg

Em tempo Pascal e em pleno Jubileu da Misericórdia, no próximo sábado, dia 16 de Abril,às 21h00, véspera do Domingo do Bom Pastor, quando a Igreja do mundo inteiro reza particularmente pelas vocações, a paróquia de Nine, Arciprestado de Vila Nova de Famalicão, é anfitriã de um encontro que congrega os Coros infantis, juvenis, litúrgicos e de escuteiros provenientes das três paróquias que compõem esta unidade pastoral, Nine, Lemenhe e Arnoso Santa Eulália.

Este Encontro Inter-paroquial de Coros é já uma tradição nestas comunidades, realizando-se anualmente e obedecendo a uma lógica de rotatividade.

No final, depois de actuarem todos os grupos e já com o espírito embalado por tão belas melodias, haverá um momento de partilha e convívio, aquecido por um chá, para retemperar as cordas vocais.



publicado por arciprestadovnfamalicao às 23:19 | link do post | comentar

Agosto 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
16
17
18
19

20
21
22
23
24
25
26

27
28
29
30
31


posts recentes

Por Maria até Jesus

Clero de Famalicão viveu ...

“Vamos descansar um pouco...

Paróquia de S. Tiago de A...

Por Maria até Jesus

Arcebispo exortou ao acol...

Nomeado novo pároco para ...

Por Maria até Jesus

Por Maria até Jesus

Diácono Wilson Santos ord...

arquivos

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

facebook
links
blogs SAPO
subscrever feeds