Terça-feira, 31 de Janeiro de 2017

mary-speaks-to-elisabeth-large.jpg

 

“Porque pôs os olhos na humildade da sua serva:

de hoje em diante me chamarão bem-aventurada

todas as gerações”.

(Lucas 1, 48)

 

 

“Quando Isabel saudou a jovem parente, que acabava de chegar de Nazaré, Maria respondeu com o Magnificat. Na sua saudação, Isabel tinha chamado a Maria: primeiro, «bendita» por causa do «fruto do seu ventre»; e depois, «feliz» (bem-aventurada) por causa da sua fé (cf. Lc 1, 42. 45). Estas duas palavras abençoantes referiam-se directamente ao momento da Anunciação. Agora, na Visitação, quando Isabel, na sua saudação, dá um testemunho daquele momento culminante, a fé de Maria enriquece-se de uma nova consciência e de uma nova expressão. Aquilo que no momento da Anunciação permanecia escondido na profundidade da «obediência da fé» dir-se-ia que agora daí irrompe, como uma chama clara e vivificante do espírito.”

(S. João Paulo II, A Mãe do Redentor, 36)

 

 

Maria,

Mulher escolhida por Deus,

Acolhe-nos e transforma-nos na tua escola da humildade

Para vivermos a bem-aventurança de contemplarmos a Fé em Cristo Jesus!

 

 

Ave-Maria, cheia de graça,

O Senhor é convosco.

Bendita sois vós entre as mulheres

E Bendito é o Fruto do vosso ventre, Jesus.

Santa Maria, Mãe de Deus,

Rogai por nós, pecadores,

Agora e na hora da nossa morte.

Amém.

 

 

Arciprestado de V. N. Famalicão



publicado por arciprestadovnfamalicao às 18:28 | link do post | comentar

Terça-feira, 24 de Janeiro de 2017

MaryEgypt2-768x1152.jpg

 

“Maria conservava todas estas palavras,

meditando-as em seu coração”. 

(Lucas 2, 19)

 

 

“A Igreja, desde o primeiro momento, «olhou» para Maria através de Jesus, como também «olhou» para Jesus através de Maria. Ela foi para a Igreja de então e de sempre uma testemunha singular dos anos da infância de Jesus e da sua vida oculta em Nazaré, período em que ela «conservava todas estas coisas, ponderando-as no seu coração» (Lc 2, 19; Lc 2, 51).”

(S. João Paulo II, A Mãe do Redentor, 26)

 

 

Maria,

Fonte da verdadeira Sabedoria,

Ensina-nos a arte de acolher e compor no coração a Palavra do Senhor,

Para que a nossa vida seja a melodia onde se escuta a alegria de Jesus!

 

 

Ave-Maria, cheia de graça,
O Senhor é convosco.
Bendita sois vós entre as mulheres
E Bendito é o Fruto do vosso ventre, Jesus.
Santa Maria, Mãe de Deus,
Rogai por nós, pecadores,
Agora e na hora da nossa morte.

Amém.

 

 

Arciprestado de V. N. Famalicão

 



publicado por arciprestadovnfamalicao às 20:56 | link do post | comentar

Quarta-feira, 18 de Janeiro de 2017

Cartaz.Jornada.Família.jpg

 

Depois da boa adesão nas jornadas anteriores, as equipas da Pastoral Familiar das paróquias de Brufe e de Santo Adrião, Arciprestado de Vila Nova de Famalicão, apresentam a XII Jornada da Família, que se realiza na tarde do próximo dia 4 de Fevereiro, novamente no Centro Cívico de Famalicão.

Desta feita, a jornada abordará o tema “Não há famílias perfeitas”. Segundo a organização, esta “pode ser considerada uma frase feita... No entanto, é uma afirmação inegável”. Assim, assumindo-a como tema da XII Jornada da Família, desafiam-se “as famílias, as comunidades, cada um de nós, a fazer este caminho paciente, belo e fascinante na vida familiar”. O objectivo “não é valorizar a imperfeição mas pormo-nos a caminho para descobrir a melhor maneira de fazer do nosso futuro um futuro com famílias.”

Aliás, e como referido aquando da apresentação desta iniciativa, “hoje, o mundo contemporâneo, nas suas mais variadas e próprias formas de dizer a família, exerce sobre os indivíduos uma influência muito grande. Como consequência, surgem novas formas de se ser família e de estar em família, as quais, por sua vez, trazem novas implicações para a sociedade. E tudo isto cria novos desafios que somos chamados a acolher e a lidar”.

Porque “a família foi e será sempre a pedra angular sobre a qual se tem erigido a prática relacional da condição humana, surge a necessidade de continuar a abordar e a pensar sobre a Família”. Este ano, com o tema “Não há famílias perfeitas” coloca-se “o desafio de abordar e reflectir sobre as nossas fragilidades e dificuldades, numa perspectiva positiva e de esperança. A imperfeição não é um obstáculo à família. A perfeição não é um imperativo para a família”.

A XII Jornada conta com a presença do Professor Dr. Juan Ambrosio, da Universidade Católica, para nos ajudar a refletir sobre esta realidade, tendo por base a Exortação Apostólica Amoris Laetitia (A alegria do Amor).Jornada da Família conta com a presença do professor da Universidade Católica, Juan Francisco Garcia Ambrosio, para ajudar a reflectir sobre esta realidade, tendo por base a Exortação Apostólica Amoris Laetitia (A alegria do Amor).Amoris Laetitia (A Alegria do Amor). A moderadora desta jornada será Sofia Fernandes, a Vereadora para a Saúde Pública, Família e Mobilidade da Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão.

A exemplo das anteriores jornadas, esta iniciativa está aberta a todas as famílias do Arciprestado de Vila Nova de Famalicão e a quem quiser nela participar.

 

 



publicado por arciprestadovnfamalicao às 18:40 | link do post | comentar

Terça-feira, 17 de Janeiro de 2017

nativity-mary-mother-of-jesus-baby-jesus-1301892-h

 

Quando chegou a plenitude dos tempos,

Deus enviou o seu Filho,

nascido de uma mulher e sujeito à Lei,

para resgatar os que estavam sujeitos à Lei

e nos tornar seus filhos adoptivos”.

(Carta aos Gálatas 4, 4-5)

 

 

“Na Liturgia, de facto, a Igreja saúda Maria de Nazaré como seu início, por isso mesmo que já vê projectar-se, no evento da Conceição imaculada, como que antecipada no seu membro mais nobre, a graça salvadora da Páscoa; e, sobretudo, porque no acontecimento da Incarnação se encontram indissoluvelmente ligados Cristo e Maria Santíssima: Aquele que é o seu Senhor e a sua Cabeça e Aquela que, ao pronunciar o primeiro «fiat» (faça-se) da Nova Aliança, prefigura a condição da mesma Igreja de esposa e de mãe.”

(S. João Paulo II, A Mãe do Redentor, 1)

 

 

Maria,

Aurora de Salvação,

Embala a nossa Vida no teu colo materno e confia-nos ao teu Jesus,

Para nos libertarmos da orfandade da Esperança, do Perdão e do Amor!

 

 

Ave-Maria, cheia de graça,

O Senhor é convosco.

Bendita sois vós entre as mulheres

E Bendito é o Fruto do vosso ventre, Jesus.

Santa Maria, Mãe de Deus,

Rogai por nós, pecadores,

Agora e na hora da nossa morte.

Amém.

 

 

Arciprestado de V. N. Famalicão



publicado por arciprestadovnfamalicao às 17:57 | link do post | comentar

Sábado, 14 de Janeiro de 2017

Família.jpg

 

A Equipa da Pastoral Familiar Arciprestal de Vila Nova de Famalicão está a levar a cabo um inquérito acerca da Família.  Este inquérito surge na lógica dos desafios lançados pelo Papa Francisco na Exortação Apostólica Amoris Laetitia (A Alegria do Amor). Na realidade, este inquérito parte da constatação da realidade de cada família que somos (“Como é e como está”) para se deixar questionar e iluminar pela Exortação Apostólica. Por outras palavras, depois do sínodo sobre a família e depois desta exortação do Santo Padre, “é importante precisar que continuidade dar, ou como concretizar a Exortação Apostólica, apontando quais as dificuldades e/ou constrangimentos da sua aplicação e descobrindo que caminhos propor. No fundo, importa perceber como trazer esta inquietação para as famílias e como colocá-las a refletir sobre a proposta cristã de família.”

Este inquérito “assume o desafio da Igreja em saída, sem medo de se misturar, de se sujar e sem medo de arriscar... Indo ao encontro de todos, sem esquecer as periferias existenciais, para curar as feridas, para suavizar... Usando a lógica do discípulo missionário da misericórdia, que observando a realidade, vê, discerne e age”.

Com este inquérito pretende-se “voltar a tratar da família a partir da Exortação. Colocar de novo o tema em cima da mesa! O que pensam os nossos cristãos? O que pensa o cidadão comum? O que pensam os não crentes? O que pensam os descrentes na Igreja!? O que pensam os “imparciais” ou os “indiferentes”?”

Assim, procurar-se-á também “desenvolver e promover iniciativas que levem a conhecer e ajudem a viver o ensinamento da Igreja sobre a família; superar a distância entre o que a Igreja anuncia e professa e a realidade concreta das situações reais da família, propondo e promovendo caminhos de conversão; desafiar a família a fazer pastoral familiar: considerar, simultaneamente, a família como sujeito e objeto da nova evangelização; fortalecer a concepção da família como «igreja doméstica» (cf. LG 11); sair do âmbito estrito da Igreja e promover a partilha e a reflexão nos mais variados lugares da sociedade; dar a conhecer a Exortação Apostólica Amoris Laetitia”.

Para se retomar e não esquecer o tema da família, pastoralmente, este inquérito foi distribuído por todos os párocos das paróquias do Arciprestado de Vila Nova de Famalicão, para que o mesmo seja distribuído pelas famílias, pelos grupos e movimentos de apostolado e ainda por outras pessoas, entidades ou instituições não ligadas à Igreja. Este inquérito estará também nas plataformas online, concretamente no blogue da Equipa Arciprestal da Família: www.pensarafamilia.blogspot.pt.

Petende-se que o inquérito seja respondido até ao fim de Março para depois ser trabalhado pela Equipa Arciprestal e os resultados sejam divulgados no dia Arciprestal da Família, dia 20 de Maio do presente ano.

Esta Equipa, desafiada pela Exortação, leva a cabo este inquérito, no intuito de “se pôr a caminho com toda a Igreja presente no Arciprestado de Vila Nova de Famalicão e com todos os homens e mulheres de boa vontade que sintam o mesmo apelo e a mesma inquietação sobre a FAMÍLIA que somos e para onde queremos ir e, em conjunto, aprendermos a ouvir os outros, a sentir e a refletir sobre as alegrias e as dores de todos”.

Todos estão, por isso, convidados a responder ao inquérito.

 

Departamento Arciprestal da Comunicação Social



publicado por arciprestadovnfamalicao às 15:56 | link do post | comentar

Quinta-feira, 12 de Janeiro de 2017

Cartaz.Enc.Catequistas.17.jpg

 

No próximo dia 28 de Janeiro, Sábado, a Equipa Arciprestal de Catequese de Vila Nova de Famalicão leva a efeito mais um Encontro Arciprestal de Catequistas. Este encontro, que se realiza uma vez por ano, vai já na sua décima edição, sendo que desta feita tem lugar no Santuário Mariano de Nossa Senhora do Carmo, em Lemenhe.

Trata-se de um momento de formação, partilha e convívio, que pretende congregar todos os catequistas do Arciprestado e que conta também com a presença do Bispo Auxiliar de Braga, D. Nuno Almeida, subordinado ao tema “Fazei tudo o que Ele vos disser”, em consonância com a temática proposta pela nossa Arquidiocese de Braga para este ano pastoral, “Fé Contemplada”, e estando também directamente relacionado com o Ano Mariano que estamos a viver.

O encontro inicia às 14h00, com o acolhimento a todos os participantes, no Santuário, seguindo-se, às 14h30, um momento de oração e reflexão que introduzirá os catequistas no espírito do encontro. Segue-se uma conferência proferida por D. Nuno Almeida, por volta das 15h00. O encontro prossegue depois com a oração do terço, acompanhada de reflexões e cânticos, seguida de uma dinâmica em que os catequistas serão convidados a dirigir a suas preces a Deus, por intercessão de Maria. O encontro termina com um lanche e um momento de convívio, por volta das 17h15.

As inscrições para participar neste encontro devem ser feitas nas paróquias ou junto da Equipa Arciprestal, por meio de uma ficha preparada para o efeito (uma ficha por paróquia), que deverá ser entregue até ao dia 22 de Janeiro. Para qualquer dúvida ou esclarecimento, a equipa pode ser contactada através do e-mail catequesefamalicao@gmail.com.

Deste modo, a Equipa Arciprestal de Catequese apela aos catequistas de todo o Arciprestado para que participem nesta “tarde de formação, mas também de encontro e alegre convívio para todos, podendo usufruir, assim, de mais uma oportunidade para melhor e de forma mais profunda e sentida contemplar as maravilhas da Fé, a partir da beleza incomparável do testemunho de amor obediente e incondicional de Maria, que sempre respondeu com a sua vida ao chamamento do Senhor”.

 

Departamento Arciprestal da Comunicação Social



publicado por arciprestadovnfamalicao às 17:45 | link do post | comentar

Quarta-feira, 11 de Janeiro de 2017

Romaria.Santo.Amaro.jpg

A Romaria de Santo Amaro, uma tradição que envolve em ambiente particularmente festivo a comunidade paroquial de Santa Eulália de Arnoso, Arciprestado de Vila Nova de Famalicão, celebra-se, como é habitual, no próximo dia 15 de Janeiro, Domingo.

Este  dia, marcado por diversos momentos de oração, celebração da Fé, partilha e alegre convívio, começa bem cedo, às 8h30, com a celebração da primeira Eucaristia. Mais tarde, às 11h00, tem lugar a Missa de  Festa.

À tarde, às 15h00, inicia a procissão, saindo da Igreja  Paroquial em direcção ao Mosteiro de Santo Amaro, onde se realiza o sermão em honra deste Santo. No final, regressa-se à Igreja Paroquial para o termo da celebração.

Para animar a festa, não faltarão o vinho branco e palhete, os doces de Santo Amaro e os figos, que são, aliás, presença típica e patente desta Romaria do Vale do Este. Neste Domingo, estas iguarias são inauguradas e provadas, no final da procissão da tarde,  num momento que contará a presença do Presidente da Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão, Paulo Cunha, dos elementos da Junta de Freguesia local, dos membros do Conselho Económico Paroquial, assim como de outras  autoridades, e, de um modo muito especial, de todos os paroquianos e romeiros.

Deste modo, a paróquia de Santa Eulália de Arnoso deixa o convite a todos os que queiram tomar parte desta festa, desejando que, também por meio do testemunho de vida e de Fé de Santo Amaro, possam contemplar as maravilhas que Deus opera nas vidas de todos nós.

 



publicado por arciprestadovnfamalicao às 17:27 | link do post | comentar

Terça-feira, 10 de Janeiro de 2017

Magos.png

 

Ao ver a estrela, os Magos sentiram grande alegria.

Entraram na casa,

viram o Menino com Maria, sua Mãe,

e, caindo de joelhos,

prostraram-se diante d’Ele e adoraram-n’O”. 

(Mateus 2, 10-11)

 

 

“Maria está unida a Cristo, de um modo absolutamente especial e excepcional; e é amada neste «Filho muito amado» desde toda a eternidade, neste Filho consubstancial ao Pai, no qual se concentra toda «a magnificência da graça». Ao mesmo tempo, porém, ela é e permanece perfeitamente aberta para este «dom do Alto» (cf. Tg 1, 17). Como ensina o Concílio, Maria «é a primeira entre os humildes e os pobres do Senhor, que confiadamente esperam e recebem d'Ele a salvação».”

(S. João Paulo II, A Mãe do Redentor, 8)

 

 

Maria,

Mãe do Filho de Deus,

Guia os nossos passos com a luz redentora e bela do teu Menino Jesus,

Para que, adorando-O, encontremos n’Ele caminhos de Vida e de Amor!

 

 

Ave-Maria, cheia de graça,
O Senhor é convosco.
Bendita sois vós entre as mulheres
E Bendito é o Fruto do vosso ventre, Jesus.
Santa Maria, Mãe de Deus,
Rogai por nós, pecadores,
Agora e na hora da nossa morte.

Amém.

 

 

Arciprestado de V. N. Famalicão



publicado por arciprestadovnfamalicao às 19:08 | link do post | comentar

Segunda-feira, 2 de Janeiro de 2017

birth-of-jesus-christ-david-lindsley-324784.jpg

 

“Os pastores dirigiram-se apressadamente para Belém

e encontraram Maria, José

e o Menino deitado na manjedoura.”

(Lucas 2, 16)

 

 

“Sempre que a Igreja «penetra mais profundamente no insondável mistério da Incarnação», ela pensa na Mãe de Cristo com entranhada veneração e piedade. Maria faz parte indissoluvelmente do mistério de Cristo; e faz parte também do mistério da Igreja desde o princípio, desde o dia do seu nascimento. Na base daquilo que a Igreja é desde o início, daquilo que ela deve tornar-se continuamente, de geração em geração, no seio de todas as nações da terra, encontra-se «aquela que acreditou no cumprimento das coisas que lhe foram ditas da parte do Senhor» (Lc 1, 45).”

(S. João Paulo II, A Mãe do Redentor, 27)

 

 

Maria,

Mãe do Salvador,

Revela-nos os caminhos apressados dos Pastores de Belém,

Para que, ao encontrar o teu Jesus, nos sintamos encontrados e amados!

 

 

Ave-Maria, cheia de graça,

O Senhor é convosco.

Bendita sois vós entre as mulheres 

E Bendito é o Fruto do vosso ventre, Jesus.

Santa Maria, Mãe de Deus,

Rogai por nós, pecadores,

Agora e na hora da nossa morte.

Amém.

 

 

Arciprestado de V. N. Famalicão



publicado por arciprestadovnfamalicao às 17:06 | link do post | comentar

Outubro 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12

15
16
18
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30
31


posts recentes

Coordenadores Paroquiais ...

PARA AJUDAR A MELHOR VIVE...

Formação de Adultos desaf...

Movimentos da Acção Catól...

Movimento “Eu Sou Matriz”...

Dia Internacional do Trab...

Arquidiocese de Braga ini...

Antas acolheu em festa o ...

Novo pároco de Antas toma...

Crismandos de várias comu...

arquivos

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

facebook
links
blogs SAPO
subscrever feeds