Terça-feira, 28 de Fevereiro de 2017

mary-mother-of-jesus-young-jesus-959993-wallpaper.

 

Aos famintos encheu de bens

e aos ricos despediu-os de mãos vazias.” 

(Lucas 1, 53)

 

 

“Maria está profundamente impregnada do espírito dos «pobres de Javé» que, segundo a oração dos Salmos, esperavam de Deus a própria salvação, pondo nele toda a sua confiança (Sl 25; 31; 35; e 55). Ela, na verdade, proclama o advento do mistério da salvação, a vinda do «Messias dos pobres» (cf. Is 11, 4; 61, 1). Haurindo certeza do coração de Maria, da profundidade da sua fé, expressa nas palavras do Magnificat, a Igreja renova em si, sempre para melhor, essa própria certeza de que não se pode separar a verdade a respeito de Deus que salva, de Deus que é fonte de toda a dádiva, da manifestação do seu amor preferencial pelos pobres e pelos humildes, amor que, depois de cantado no Magnificat, se encontra expresso nas palavras e nas obras de Jesus.”

(S. João Paulo II, A Mãe do Redentor, 37)

 

 

Maria,

Senhora clemente e bondosa,

Ensina-nos a ansiar somente a riqueza suprema do amor de Deus,

Para experimentarmos o gozo de viver confiados a Cristo Jesus!

 

          

Ave-Maria, cheia de graça,
O Senhor é convosco.
Bendita sois vós entre as mulheres
E Bendito é o Fruto do vosso ventre, Jesus.
Santa Maria, Mãe de Deus,
Rogai por nós, pecadores,
Agora e na hora da nossa morte.

Amém.

 

 

Arciprestado de V. N. Famalicão



publicado por arciprestadovnfamalicao às 21:07 | link do post | comentar

Sexta-feira, 24 de Fevereiro de 2017

Cartaz.jpg

 

A Pastoral Juvenil do Arciprestado de Vila Nova de Famalicão realiza no próximo dia 4 de Março, sábado, uma Oração de Taizé, que tem lugar no Seminário dos Missionários Combonianos, em Antas, pelas 21h15.

De salientar que este tempo de oração, ao jeito de Taizé, é bem diferente daquela que conhecemos e a que estamos mais habituados, destinando-se, particularmente, aos jovens e adolescentes que se encontram em fase de discernimento vocacional, como elementos de grupos de jovens, escuteiros, catequese da adolescência, entre outros, provenientes das diferentes paróquias do Arciprestado.

A propósito desta iniciativa, a organização enfatiza que, “neste ano dedicado à Fé Contemplada, queremos ser como Maria: atentos na oração, alegres na fé, generosos na caridade”. Neste sentido, deixa o convite a todos os jovens, desafiando cada um “a viver esta experiência única em comunidade e a ser radical como Cristo jovem”.

 

Departamento Arciprestal da Comunicação Social



publicado por arciprestadovnfamalicao às 17:14 | link do post | comentar

Quinta-feira, 23 de Fevereiro de 2017

L1200640.JPG

 

L1200641.JPG

 

Na passada sexta-feira, dia 17 de Fevereiro, a Equipa Arciprestal de Catequese de Vila Nova de Famalicão promoveu um encontro de Recolecção destinado a todos os catequistas e pais do Arciprestado, procurando proporcionar aos participantes um serão diferente com o objectivo de melhor os preparar e introduzir no tempo da Quaresma, o tempo litúrgico de preparação para a Páscoa, contemplando a Fé com Maria, junto da Cruz do seu filho, tal como enfatiza a caminhada proposta pela Arquidiocese e pelo Arciprestado para este tempo litúrgico.

Esta iniciativa, subordinada ao tema “Com Maria… ao pé da Cruz!” e realizada no Seminário dos Missionários Combonianos, em Antas, a partir das 21h15, reuniu cerca de uma centena de pessoas, entre catequistas e pais, provenientes de inúmeras paróquias do Arciprestado, que quiseram tomar parte de um momento privilegiado de oração, meditação, celebração e contemplação da Fé.

Deste modo, depois das boas-vindas a todos, deu-se início à exposição e adoração do Santíssimo Sacramento, presidida pelo P.e António Loureiro, Assistente da Equipa Arciprestal de Catequese. Enquanto louvavam Cristo presente e vivo no altar, os catequistas e os pais presentes foram convidados a fazer uma reflexão, com a ajuda de textos e cânticos, que procurou enfatizar “a presença fiel de Maria ao pé da Cruz Jesus, no momento da Sua morte, que nos interpela, precisamente, a percorrer um caminho de conversão quaresmal”. Este momento de oração salientou “que contemplar a Fé com Maria e como Maria, implica reconhecer o pecado que nos entristece e desfigura, ao mesmo tempo que nos desafia a uma mudança de vida, para que possamos branquear, a partir do testemunho penitente de Nossa Senhora, a veste branca do nosso Baptismo”.

Neste sentido, durante este momento de recolecção, os catequistas e pais que assim o desejaram tiveram também a possibilidade de receber o Sacramento da Reconciliação, que nos coloca, tal como a Maria, junto da Cruz de Jesus.

Terminado o tempo de oração e encontro com Jesus Eucaristia, os presentes foram convidados a tomar parte de um pequeno convívio, que possibilitou encerrar a noite com um momento de partilha e feliz confraternização entre todos.

 

Departamento Arciprestal da Comunicação Social



publicado por arciprestadovnfamalicao às 17:00 | link do post | comentar

Terça-feira, 21 de Fevereiro de 2017

mary-mother-of-jesus-958713-wallpaper.jpg

 

“Manifestou o poder do seu braço

E dispersou os soberbos.

Derrubou os poderosos de seus tronos

E exaltou os humildes”. 

(Lucas 1, 51-52)

 

 

“A Igreja, que, embora entre «tentações e tribulações», não cessa de repetir com Maria as palavras do Magnificat, «escora-se» na força da verdade sobre Deus, proclamada então com tão extraordinária simplicidade; e, ao mesmo tempo, deseja iluminar com esta mesma verdade acerca de Deus os difíceis e por vezes intrincados caminhos da existência terrena dos homens.”

(S. João Paulo II, A Mãe do Redentor, 37)

 

 

Maria,

Mulher pobre e humilde,

Molda o nosso coração e torna-o simples, confiante e alegre como o teu

Para que cantemos, sem cessar, as maravilhas do Deus do perfeito Amor!

 

 

Ave-Maria, cheia de graça,

O Senhor é convosco.

Bendita sois vós entre as mulheres

E Bendito é o Fruto do vosso ventre, Jesus.

Santa Maria, Mãe de Deus,

Rogai por nós, pecadores, A

gora e na hora da nossa morte.

Amém.

 

 

Arciprestado de V. N. Famalicão



publicado por arciprestadovnfamalicao às 17:53 | link do post | comentar

Sábado, 18 de Fevereiro de 2017

MEC's.Formação.jpg

 

Nos próximos dias 22, 23 e 24 de Fevereiro, os Ministros Extraordinários da Comunhão (MEC’s) provenientes das diferentes paróquias do Arciprestado de Vila Nova Famalicão terão oportunidade de viver um tempo destinado à formação.

Trata-se de uma iniciativa promovida pelo Arciprestado, sendo uma oportunidade para aprofundar e enriquecer o espírito de forma a enobrecer a missão no exercício deste ministério, subordinada, desta feita, ao tema “Ministros Extraordinários da Comunhão, um Testemunho ao Serviço da Fé”.

Esta formação decorre no Centro Pastoral de Santo Adrião, em Vila Nova de Famalicão, tendo início às 21h15, nos três dias, sendo possível realizar a recondução para os MEC’s que necessitem de a fazer e que trataram previamente da respectiva documentação.

O primeiro encontro contará com a presença do P.e Rui Sousa, Assistente do Departamento Arquidiocesano da Formação de Adultos, que centrará a sua apresentação na “Espiritualidade do Ministro Extraordinário da Comunhão”. Já no segundo dia o encontro será orientado pelo P.e Nuno Castro, Delegado Arciprestal da Pastoral Litúrgica, que abordará o tema “Para além de celebrar a Fé - Servir”. Por último, esta formação encerra com um momento de Celebração Mariana, em que todos são convidados a rezar a Fé a partir do testemunho da Mãe de Deus.

O Arciprestado de Vila Nova Famalicão interpela, assim, todos os MEC’s das diferentes comunidades a viver mais este momento de formação e oração, que, certamente, “os ajudará a desenvolver uma consciência mais séria e comprometida relativamente ao serviço que prestam nas suas comunidades paroquiais, para que, aprofundando e fortalecendo a sua Fé, a possam contemplar com a alegria e a confiança de Maria, na fiel devoção ao mistério eucarístico”.

 

Departamento Arciprestal da Comunicação Social



publicado por arciprestadovnfamalicao às 19:22 | link do post | comentar

Terça-feira, 14 de Fevereiro de 2017

mary-the-mother-of-jesus-1674-1800.jpg

 

“A sua misericórdia se estende de geração em geração

sobre aqueles que O temem”.

(Lucas 1, 50)

 

 

“Maria é a primeira a participar nesta nova revelação de Deus e, mediante ela, nesta nova «autodoação» de Deus. Por isso proclama: «Grandes coisas fez em mim... e santo é o seu nome». As suas palavras reflectem a alegria do espírito, difícil de exprimir: «O meu espírito exulta em Deus, meu Salvador». Porque «a verdade profunda, tanto a respeito de Deus como a respeito da salvação dos homens, manifesta-se-nos... em Cristo, que é, simultaneamente, o mediador e a plenitude de toda a revelação». No arroubo do seu coração, Maria confessa ter-se encontrado no próprio âmago desta plenitude de Cristo. Está consciente de que em si está a cumprir-se a promessa feita aos pais e, em primeiro lugar, em favor de «Abraão e da sua descendência para sempre»: que em si, portanto, como mãe de Cristo, converge toda a economia salvífica, na qual «de geração em geração» se manifesta Aquele que, como Deus da Aliança, «se recorda da sua misericórdia».”      

(S. João Paulo II, A Mãe do Redentor, 36)

 

 

Maria,

Mãe de Misericórdia,

Guia-nos pelos caminhos ousados e sempre novos da Caridade e da Fé,

Para conhecermos e anunciarmos a alegria plena do teu filho, Jesus!

          

 

Ave-Maria, cheia de graça,

O Senhor é convosco.

Bendita sois vós entre as mulheres

E Bendito é o Fruto do vosso ventre, Jesus.

Santa Maria, Mãe de Deus,

Rogai por nós, pecadores,

Agora e na hora da nossa morte.

Amém.

 

 

Arciprestado de V. N. Famalicão



publicado por arciprestadovnfamalicao às 16:53 | link do post | comentar

Quinta-feira, 9 de Fevereiro de 2017

Cartaz.png

 

No próximo dia 17 de Fevereiro, sexta-feira, a Equipa Arciprestal de Catequese de Vila Nova de Famalicão promove um encontro de Recolecção destinado a todos os catequistas do Arciprestado, alargando o convite também a todos os pais dos catequizandos das diferentes comunidades, por forma a congregar no mesmo espaço de oração aqueles a quem foi confiada a missão de principais educadores na Fé.

Esta iniciativa realiza-se no Seminário dos Missionários Combonianos, em Antas, às 21h15, subordinada ao tema “Com Maria… ao pé da Cruz!”, pretendendo proporcionar aos catequistas e aos pais um serão diferente que melhor os pode ajudar a viver o tempo da Quaresma, que se inicia brevemente, sendo este o tempo litúrgico de preparação para a Páscoa, a grande festa para os cristãos que encerra em si os acontecimentos centrais da sua Fé.

Sendo a Quaresma um tempo que convida à oração, ao jejum e à esmola, numa atitude penitente e humilde de quem reconhece a sua condição frágil de pecador e sente necessidade de percorrer um caminho de conversão até Jesus Cristo, interpelados pela presença fiel e consoladora de Maria aos pés da Cruz, tal como enfatiza a caminhada quaresmal proposta pelo Arciprestado, este encontro de recolecção pretende interpelar nesse sentido, sendo composto de momentos de reflexão, de adoração ao Santíssimo Sacramento e oração, terminando com um tempo de convívio e confraternização entre todos.

De realçar que os pais poderão fazer-se acompanhar pelos seus filhos, pois haverá também um espaço com jogos e dinâmicas, assim como alguém responsável, preparados especialmente para os receber e acompanhar durante o tempo da oração.

Deste modo, a Equipa Arciprestal de Catequese apela à presença de todos os catequistas e pais do Arciprestado, que podem, assim, usufruir de “uma oportunidade privilegiada para que cada um, durante este tempo da Quaresma que se avizinha, se coloque com Maria ao pé da Cruz de Jesus, rumo à grande festa da Páscoa, para que todos possam celebrar com Fé, em atitude contemplativa, penitente e orante os mistérios da paixão, morte e ressurreição de Cristo”.

 

Departamento Arciprestal da Comunicação Social

 



publicado por arciprestadovnfamalicao às 18:00 | link do post | comentar

Quarta-feira, 8 de Fevereiro de 2017

XII JORNADA FAMILIA_4.JPG

 

XII JORNADA FAMILIA_12.JPG

 

XII JORNADA FAMILIA_13.JPG

 

XII JORNADA FAMILIA_16.JPG

 

“A família como lugar da experiência do infinito”. Foi com esta mensagem que Juan Ambrosio, professor da Universidade Católica, começou a XII Jornada da Família, sobre o tema “Não há famílias perfeitas” que decorreu no Centro Pastoral de Santo Adrião, Vila Nova de Famalicão, no dia 4 de Fevereiro, das 14h30 às 18h45. Moderado por Sofia Fernandes, vereadora da Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão com o Pelouro da Família, desde o início se percebeu como o orador colocou todo o seu enfâse no valor família, afirmando que a mesma “não está em crise”. O seu optimismo e visão positiva da realidade, “amada por Deus tal qual é”, levou-o a afirmar que “o objectivo da pastoral familiar é promover toda a família, mesmo aquela que não é cristã”. Sendo a família “um dom e uma tarefa, um compromisso corresponsável, ela assume uma responsabilidade na vida das comunidades, e deve ser vista como sujeito da ação pastoral e não como objecto”.

Perante uma plateia de cerca de 350 pessoas, provenientes não só das paróquias organizadoras, mas também de outras paróquias do Arciprestado de Vila Nova de Famalicão, de Guimarães, Póvoa de Varzim e Braga, o professor Juan Ambrosio incidiu a sua reflexão no projecto que o Papa Francisco tem vindo a desenvolver não só na sua ação pastoral, mas sobretudo a partir do que escreve. O Papa “sonha com uma Igreja renovada (Evangelium Gaudium) para comunicar uma só e única coisa: a Alegria do Evangelho. Esta Igreja renovada será capaz de cuidar da casa comum (Laudato Sii), de construir um espaço que possa ser habitado por todos, sem excluídos nem marginalizados, descartados... Para isso, a Igreja não pode olhar o mundo se não com misericórdia (Misericordia vultos), com amor de entranhas... Este amor aprende-se na Família (Amoris laetitia)”. Por isso, como referiu, “a família não é um problema, mas sim uma oportunidade”. Desta forma, “o Papa sublinha o horizonte para o qual caminhamos: da imperfeição para a perfeição. Pois nenhum casamento começa perfeito, mas vai caminhando lenta e progressivamente para a perfeição, a qual se alcança apenas em Deus. Esta consciência sublinha a importância de se fazer caminho em conjunto, uns com os outros. Assim se percebe que o horizonte da Igreja não passa pela denúncia, calúnia ou condenação da realidade. Passa, antes, por pôr-se a caminho, sabendo que a cadência da marcha faz-se com a cadência do que caminha mais devagar”.

O orador enfatizou ainda que “a família sustenta o mundo. Ela é um bem decisivo para o futuro do mundo e da Igreja. Cabe, por isso, à Igreja, como afirma o Papa Francisco, formar as consciências e não substituí-las”. Tendo em conta as várias criticas à Exortação Amoris Laetitia, sobretudo a ambiguidade e a falta de assertividade do documento, Juan Ambrosio recordou que é necessário, para o efeito, “superar o moralismo e o endoutrinamento. Não ao cristianismo “pronto a vestir”, “à media”. Sim ao cristianismo que se concretiza sinodalmente, sempre como proposta, nunca como imposição. Não se pode regular o acompanhamento, não se pode regrar o discernimento, nem se pode obrigar à integração. Se a Igreja se tornar lanterna, isto é, se se decidir pôr-se a caminho com as pessoas, descentrando-se das suas certezas e seguranças, saindo ao encontro delas, há de iluminar as sombras concretas dessas pessoas, para as ajudar a discernir e a tomar opções”. Por isso, “não há dúvida no caminho proposto pelo Papa Francisco. Ele é bem claro: a Igreja é chamada a acompanhar, a ajudar a discernir e a integrar, segundo a misericórdia de Deus. Tudo isto não é algo que se faça à pressa... Acompanhar, discernir e integrar é um processo gradual... muitas vezes lento... pode durar a vida inteira... esta gradualidade é a capacidade de fazer caminho, passando do imperfeito ao perfeito, como horizonte. Daí a afirmação: o casamento mesmo que não seja ainda celebrado sacramentalmente é também expressão de amor. Por sua vez, o casamento cristão apura o casamento civil, dá-lhe densidade, dá-lhe sentido e sabor, tal qual o sal na comida. Ou seja, a imperfeição não condiciona nem limita o caminho”.

 

 



publicado por arciprestadovnfamalicao às 17:50 | link do post | comentar | ver comentários (1)

Terça-feira, 7 de Fevereiro de 2017

Portrait-of-MarySMALL.jpg

 

“O Todo-poderoso fez em mim maravilhas:

Santo é o seu nome”. 

(Lucas 1, 49)

 

 

“A Igreja, que desde o início modela a sua caminhada terrena pela caminhada da Mãe de Deus, repete constantemente, em continuidade com ela, as palavras do Magnificat. Nas profundidades da fé da Virgem Maria na Anunciação e na Visitação, a Igreja vai haurir a verdade acerca do Deus da Aliança; acerca de Deus que é Todo-poderoso e faz «grandes coisas» no homem: «santo é o seu nome».”

(S. João Paulo II, A Mãe do Redentor, 37)

 

 

Maria,

Espelho da contemplação divina,

Ensina-nos a tua alegria exultante e inabalável,

Para sermos a luz que irradia Aquele que em nós faz maravilhas!

          

 

Ave-Maria, cheia de graça,

O Senhor é convosco.

Bendita sois vós entre as mulheres

E Bendito é o Fruto do vosso ventre, Jesus.

Santa Maria, Mãe de Deus,

Rogai por nós, pecadores,

Agora e na hora da nossa morte.

Amém.

 

 

Arciprestado de V. N. Famalicão



publicado por arciprestadovnfamalicao às 18:20 | link do post | comentar

Quinta-feira, 2 de Fevereiro de 2017

L1200569.JPG

 

L1200582.JPG

 

L1200600.JPG

 

L1200614.JPG

 

Os catequistas das diferentes paróquias do Arciprestado de V. N. Famalicão viveram uma tarde diferente no passado sábado, dia 28 de Janeiro, pois, no contexto do Encontro Arciprestal de Catequistas, que se realizou no Santuário Mariano de Nossa Senhora do Carmo, em Lemenhe, foram desafiados a “ser felizes ao jeito de Maria”.

Esta iniciativa, subordinada ao tema “Fazei tudo o que Ele vos disser”, em consonância com a temática proposta pela nossa Arquidiocese de Braga para este ano pastoral, “Fé Contemplada”, e estando também directamente relacionado com o Ano Mariano que estamos a viver, iniciou às 14h00, com o acolhimento a todos os participantes.

Os perto de 500 catequistas presentes começaram por ser saudados pelo Assistente da Equipa Arciprestal de Catequese, o P.e António Loureiro, que quis felicitar e agradecer a todos aqueles que escolheram partilhar esta tarde com os outros e com Jesus, na Casa de Maria. De seguida, foi a vez do Arcipreste de Vila Nova Famalicão, o P.e Armindo Paulo Freitas, tomar a palavra. Saudando todos os presentes, salientou que “os catequistas são desafiados a, como Maria, abrir novos caminhos para anunciar Jesus Cristo”.

Feitas as boas-vindas, e depois de um momento de oração, tomou a palavra o Bispo Auxiliar de Braga, D. Nuno Almeida. Durante a sua conferência, o prelado enfatizou que com Nossa Senhora, “mulher da escuta, da decisão e da acção”, atestamos a importância e a pertinência de sermos “uma Igreja em saída, em visitação permanente e em vigília constante”, pois, tal como Maria nas bodas de Caná, também “o catequista é aquele que procura que os seus catequizandos façam o que Jesus nos diz”. Evocando Maria como aquela que “é feliz porque acreditou”, lembrou que “que o primeiro testemunho de crentes que devemos dar é sempre o testemunho da alegria”. Deste modo, o orador lembrou que “somos convidados a ser uma Igreja sem medo da ternura, uma Igreja que seja expressão de beleza radiante, meio de encontro pessoal com Cristo, rosto de misericórdia, que se ocupa e preocupa com a felicidade das famílias”.

Referindo ainda o centenário das Aparições de Fátima e “a incidência da espiritualidade mariana na missão dos catequistas”, D. Nuno terminou a sua partilha apontando as características que definem “catequistas ‘marianamente’ felizes”. Como frisou, o catequista é feliz, porque, entre outras razões, “imita Maria na escuta da Palavra, na decisão e na acção, vive em comunidade, celebra a Fé, promove o perdão e procura responder à Palavra de Deus, com a vocação a que foi chamado, sendo enviado em missão para anunciar a Alegria do Evangelho”.   

Terminada a conferência, os catequistas foram presenteados com uma lembrança que incluía um terço. Assim, depois de D. Nuno Almeida proceder à bênção dos terços, iniciou-se um novo momento de oração, precisamente com a meditação dos mistérios gozosos do terço. A oração terminou com os catequistas a reunirem-se, por paróquias, para elaborarem, por escrito, uma prece a Deus, por intercessão de Maria. Recolhidas todas as preces, estas foram presas a um grande terço, construído com balões, que os catequistas enviaram e viram elevar-se ao céu no exterior do Santuário.

A tarde terminou com o lanche, em ambiente festivo, de partilha e de alegre convívio entre todos.

 

Departamento Arciprestal da Comunicação Social



publicado por arciprestadovnfamalicao às 21:01 | link do post | comentar

Novembro 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
17
18

19
20
24
25

26
27
28
29
30


posts recentes

Equipa Arciprestal de Cat...

Antiga Matriz de Famalicã...

Clero de Famalicão reunid...

Desperta Esperança!

ARTIGO DO P.E MÁRIO MARTI...

Arciprestado de Famalicão...

Desperta Esperança!

D. Jorge Ortiga visitou e...

Arquidiocese de Braga cel...

Desperta Esperança!

arquivos

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

facebook
links
blogs SAPO
subscrever feeds