Sábado, 02.12.17

Show cooking_Cartaz_Cartaz.png

 

O Movimento “Eu Sou Matriz” leva agora a cabo mais uma iniciativa de angariação de fundos em favor das obras da Matriz Antiga de Vila Nova de Famalicão. Para o efeito, foi convidada a primeira MasterChef de Portugal, a famalicense Lígia Santos.

A convidada será a mentora do Showcooking, apresentando a receita de um doce de Natal. Os inscritos poderão aprender com Lígia Santos a fazer a iguaria natalícia, a qual será, depois de preparada, dada a provar. Esta iniciativa decorrerá no dia 4 de Dezembro, segunda-feira, às 19h00, no Centro Pastoral de Santo Adrião de Vila Nova de Famalicão.

Tratando-se de mais uma iniciativa de angariação de fundos para a Matriz Antiga, promovida pelo Movimento “Eu sou Matriz”, quem desejar participar deve inscrever-se na sacristia, no cartório, por telefone (252 314279 ou 962 740 789), ou por e-mail (comunidadestoadriao@arquidiocese-braga.pt). O valor da inscrição é de 5€.

Como é sabido, a Matriz Antiga reabriu as suas portas no dia 26 de Fevereiro do corrente ano. No entanto, as actividades de angariações de fundos para as obras de recuperação efectuadas na Matriz Antiga continuam. Por isso, todas as ajudas e partilhas são necessárias para a rápida conclusão do pagamento da mesma. Esta é mais uma iniciativa que o Movimento “Eu Sou Matriz” organiza e que conta com a solidariedade de todos os famalicenses e amigos.

 



publicado por arciprestadovnfamalicao às 01:12 | link do post | comentar

Quarta-feira, 29.11.17

DSC08032.JPG

DSC08037.JPG

 

Nos dias 20, 21 e 22 de Novembro realizaram-se no Arciprestado de Vila Nova Famalicão três Encontros Bíblicos, centrados na temática “Menina Esperança”, em consonância com o proposto pela Arquidiocese de Braga para o presente ano pastoral. Estes encontros foram orientados por D. António Couto, Bispo de Lamego, que deixou aos presentes a interpelação de “despertar a esperança sem medida nesta geração desesperançada”.

Os três encontros, sempre iniciados com um momento de oração, decorreram às 21h15, com cerca de uma hora e um quarto de duração, no Centro Pastoral de Santo Adrião, em Vila Nova de Famalicão, que, em qualquer uma destas noites, ficou completamente cheio, contando com a presença de centenas de cristãos provenientes das mais diversas paróquias do Arciprestado, assim como de vários sacerdotes.

No primeiro encontro, depois da oração inicial e das palavras de acolhimento e agradecimento dirigidas a todos os presentes pelo Arcipreste de Famalicão, o P.e Armindo Paulo Freitas, o orador convidado tomou a palavra. D. António Couto explicou aos presentes que “a esperança bíblica e cristã consiste na dupla atitude amante de estar sempre à espera de alguém e de sabermos bem que Alguém espera por nós”, acrescentando que “esta não é uma espera vazia, mas sim uma espera grávida de realização e de confiança”, ou seja, “uma esperança que contém o cumprimento”, pois “a esperança cristã excede toda a medida”.

A este propósito, o prelado acrescentou que “o cristão é aquele que deve viver com o tique da esperança”, isto é, “aquele que se estica, colocando-se à espera, para receber, para chegar ao doador”, enfatizando que “a nossa vida é recebida assim do doador que é Deus”.

Já no segundo dia, D. António evocou o profeta Jeremias como uma “testemunha da esperança e o mais terno e sensível dos homens da Bíblia”, que, diante de um cenário de destruição total, a que tinha sido submetido o reino de Judá, “continua a ver um ramo de amendoeira”, sendo que esta “é a primeira árvore a florir, ainda no Inverno, como um símbolo de esperança”. No fundo, Jeremias “vê ao longe, na tal medida sem medida própria de Deus”, ou seja, Jeremias “vê bem, belo e bom, como Deus vê, e como devemos nós ver também”.

Ao fechar este ciclo de encontros, o Bispo de Lamego, começando por enfatizar que “vivemos numa geração desesperançada, onde é preciso despertar esperança”, citou vários textos bíblicos que narram cenários de morte, de ruptura e sepultura, explicando depois que “Deus é Aquele que desce até nós porque nos ama, porque ouve os nossos lamentos, porque sabe e conhece as nossas pobrezas”. Avançando na sua reflexão e sempre a partir de citações retiradas da Sagrada Escritura, o prelado salientou que “Cristo é a nossa esperança”, sendo esta “a esperança que nos aponta para a vida eterna e que nos renova na alegria”. Posto isto, e como referiu, “somos desafiados a estar sempre prontos, atentos, preparados para dar a quem nos pedir o pão da esperança ou a razão da esperança que há em nós, ou seja, a dar aos outros a pessoa de Jesus Cristo”. Se assim o fizermos estaremos a ser “imitadores de Maria, pois ela é aquela que sempre nos indica e aponta o caminho, isto é, que sempre nos entrega o seu filho Jesus”.

 

Departamento Arciprestal da Comunicação Social



publicado por arciprestadovnfamalicao às 00:55 | link do post | comentar

Terça-feira, 28.11.17

kids-planting-hands-800_orig.jpg

 

“Vinde, benditos de meu Pai;

recebei como herança o reino

que vos está preparado desde a criação do mundo.”

 

(Mateus 25, 34)

 

 

O cristão sabe que o Reino de Deus, o seu Senhorio de amor continua a crescer como um grande campo de trigo, não obstante no meio haja o joio. Há sempre problemas, bisbilhotices, guerras, enfermidades... existem problemáticas. Mas o trigo cresce, e no final o mal será eliminado. O futuro não nos pertence, mas sabemos que Jesus Cristo é a maior graça da vida: é o abraço de Deus que nos espera no fim, mas que já agora nos acompanha e nos consola ao longo do caminho. Ele leva-nos ao grande “tabernáculo” de Deus com os homens (cf. Ap 21, 3), com muitos outros irmãos e irmãs, levaremos a Deus a recordação dos dias vividos aqui na terra. E naquele instante será bom descobrir que nada se perdeu, nenhum sorriso e nenhuma lágrima. Por mais longa que a nossa vida tiver sido, teremos a impressão de ter vivido num sopro. E que a criação não acabou no sexto dia do Génesis, mas continuou sem se cansar, porque Deus sempre se preocupou connosco. Até ao dia em que tudo se completar, na manhã em que se extinguirem as lágrimas, no próprio instante em que Deus pronunciar a sua última palavra de bênção: «Eis — diz o Senhor — que eu renovo todas as coisas!» (v. 5). Sim, o nosso Pai é o Deus das novidades e das surpresas. E naquele dia nós seremos verdadeiramente felizes, e choraremos. Sim, mas choraremos de alegria!” 

(Catequese do Papa Francisco sobre a Esperança, 23 de Agosto de 2017)

 

 

 

Desperta Esperança…

Edifica e anuncia o Reino de Amor que recebeste como herança,

Repousa na confiança do Pastor Supremo que sempre te guarda e te cuida

E deixe que a tua vida seja expressão fiel da novidade perene do Senhor!

 

 

Arciprestado de V. N. Famalicão



publicado por arciprestadovnfamalicao às 00:41 | link do post | comentar

Quinta-feira, 23.11.17

Cartaz.Recoleccção.Advento.jpg

 

No próximo dia 30 de Novembro, quinta-feira, a Equipa Arciprestal de Catequese de Vila Nova de Famalicão promove um encontro de Recolecção destinado a todos os catequistas das diferentes comunidades do Arciprestado.

Esta iniciativa realiza-se na Igreja Nova da paróquia de S. Tiago de Antas, às 21h15, subordinada ao tema “Da Espera ao Encontro”, pretendendo proporcionar aos catequistas um serão diferente que melhor os pode preparar e introduzir no tempo do Advento, o tempo litúrgico de preparação para o Natal, que se inicia no fim-de-semana de 2 e 3 de Dezembro.

Sendo este um tempo que convida à vigilância interior e a uma espera activa e confiada, preparando-nos para um encontro íntimo e verdadeiro com o Deus Menino, tal como enfatiza a caminhada de Advento / Natal proposta pela Arquidiocese de Braga, este encontro de recolecção pretende interpelar nesse sentido, sendo composto de momentos de reflexão, de adoração ao Santíssimo Sacramento e oração, terminando com um tempo de convívio e confraternização entre todos.

Deste modo, a Equipa Arciprestal de Catequese apela à presença de todos os catequistas do Arciprestado, que podem, assim, usufruir de “uma oportunidade privilegiada para que cada um melhor se prepare para a vivência deste tempo de Advento, de modo a que, partindo da escuta da Palavra de Deus, tenha a ousadia de parar para se colocar à espera, preparando-se para a alegria maior do encontro com Jesus, o Deus feito homem, que na grande festa do Natal nos renova na Esperança”.

 

Departamento Arciprestal da Comunicação Social



publicado por arciprestadovnfamalicao às 22:57 | link do post | comentar

Quarta-feira, 22.11.17

Cartaz.Vigílias.png

 

No âmbito da Semana de Oração pelos Seminários, assinalada de 12 a 19 de Novembro e cujas celebrações este ano a Arquidiocese de Braga centrou no Arciprestado de Vila Nova de Famalicão, no dia 24 de Novembro, sexta-feira, realiza-se na Antiga Matriz de Famalicão uma Vigília de Oração pelos Seminários.

A celebração, marcada para as 21h15, procura enfatizar a vocação sacerdotal e os Seminários enquanto tempo e espaço de formação para aqueles que recebem este chamamento do Senhor, de modo a que melhor consigam responder e corresponder com a entrega da vida ao imperativo deixado por Maria no episódio das Bodas de Caná ao afirmar “Fazei o que Ele vos disser” (Jo 2, 5).

Estarão presentes os Seminários da nossa Arquidiocese de Braga, pelos quais somos convidados particularmente a rezar, estendendo-se o convite a todos aqueles que desejem participar e associar-se a este momento de oração.

De salientar ainda que ao longo de todo o ano pastoral estão previstas várias iniciativas no Arciprestado famalicense, numa dinâmica de colaboração e participação dos Seminários, de modo a continuar a despertar para a imprescindível dimensão vocacional que deve impregnar toda a acção pastoral.

 

Departamento Arciprestal da Comunicação Social



publicado por arciprestadovnfamalicao às 17:50 | link do post | comentar

clero famalicao.jpg

 

Dado que o mês de Novembro é tradicionalmente dedicado à memória daqueles que nos morreram, o Clero do Arciprestado de Vila Nova de Famalicão reuniu-se no passado dia 15, quarta-feira, no Seminário dos Combonianos, em Antas, para fazer memória dos sacerdotes que no último ano partiram para a Casa do Pai.

Deste modo, foi celebrada uma Eucaristia de sufrágio pelo P.e Arnaldo Cunha Pereira, que, não sendo da Arquidiocese de Braga, trabalhou nos últimos anos como colaborador do pároco de São Julião de Calendário, pelo P.e António Lourenço de Oliveira Castro Fernandes, antigo pároco de S. Tiago da Carreira, e pelo P.e Rogério Artur de Sousa, sacerdote comboniano, que durante vários anos foi formador dos seminaristas combonianos e colaborador nas paróquias de S. Tiago de Antas e S. Tiago da Cruz.

Para além destes irmãos sacerdotes foram ainda recordados com saudade todos os outros que, de algum modo, marcaram a vida de muitos dos presbíteros actualmente ao serviço do Arciprestado famalicense, na certeza deixada pela Sagrada Escritura de que "bem-aventurados os que morrem no Senhor, que repousem dos seus trabalhos, porque as suas obras os acompanham" (Ap 14,13).

No final da Eucaristia os sacerdotes reuniram-se para a habitual reunião mensal do Clero, onde a Esperança, tema que preside ao actual ano pastoral em toda a Arquidiocese, deu o mote para a reflexão.

O encontro terminou com um almoço, possibilitando um agradável momento de partilha e confraternização entre todos os presentes.

 

Departamento Arciprestal da Comunicação Social



publicado por arciprestadovnfamalicao às 15:05 | link do post | comentar

Terça-feira, 21.11.17

leto-pole-pshenica-devochka.jpg

 

“Porque foste fiel em coisas pequenas, confiar-te-ei as grandes.

Vem tomar parte na alegria do teu Senhor.”

(Mateus 25, 21)

 

 

Jesus entregou-nos uma luz que brilha nas trevas: defende-a, protege-a. Aquela luz única é a maior riqueza confiada à tua vida.

E sobretudo, sonha! Não tenhas medo de sonhar. Sonha! Sonha um mundo que ainda não se vê mas que certamente chegará. A esperança leva-nos a crer na existência de uma criação que se estende até ao seu cumprimento definitivo, quando Deus será tudo em todos. Os homens capazes de imaginação ofereceram ao homem descobertas científicas e tecnológicas. Sulcaram os oceanos, calcaram terras que ninguém jamais tinha pisado. Os homens que cultivaram esperanças são os mesmos que venceram a escravidão, e proporcionaram condições melhores de vida nesta terra. Pensai nestes homens.”

(Catequese do Papa Francisco sobre a Esperança, 20 de Setembro de 2017)

 

 

 

Desperta Esperança…

Nos sonhos que desenhas na fidelidade ao Senhor que te ama e te chama,

Para fazeres render largamente os dons e os talentos d’Ele recebidos

E todos possam contigo ousar, viver e anunciar a alegria do Evangelho!

 

 

Arciprestado de V. N. Famalicão



publicado por arciprestadovnfamalicao às 17:43 | link do post | comentar

Quinta-feira, 16.11.17

1.jpg

 

2.jpg

 

Semana de Oração pelos Seminários

 

“Os Seminários precisam de ser causa e casa querida e estimada por todos nós.”

 

Não é por acaso que a Igreja dedica, anualmente, uma semana à causa dos Seminários. De facto, a Semana de Oração pelos Seminários, que este ano acontece, precisamente, ao longo desta semana, entre 12 e 19 de Novembro, pretende despertar-nos para a riqueza que os Seminários encerram no coração das diferentes dioceses, onde desempenham um papel único e insubstituível na formação de todos aqueles que se preparam para o sacerdócio, constituindo, assim, sinal de Esperança para a Igreja e para o mundo.

No presente ano, esta semana tem como lema a frase proferida por Maria no episódio das Bodas de Caná: “Fazei o que Ele vos disser” (Jo 2, 5). Com esta afirmação de Maria, Mãe de todas as Vocações, que conhece bem as nossas necessidades e limitações e que procura com o seu amor diligente garantir que nunca falte o vinho da alegria na festa das nossas vidas, somos confrontados com a certeza de que é em Jesus Cristo, no encontro íntimo com a Sua Palavra, que a nossa vida adquire um novo sentido e sabor, despertando para a verdadeira Esperança!

Ora, o Seminário é, precisamente, o tempo e o espaço privilegiados para que todo aquele que se sente chamado à vocação sacerdotal viva esse encontro com Jesus, que continua, hoje e sempre, a chamar. O Seminário é o tempo da escuta atenta e cuidada desse chamamento, em ordem ao discernimento vocacional; é o tempo de semear a Esperança, própria de quem se sente amado e chamado, que há-de brotar no vigor vicejante do serviço comprometido e da entrega apaixonada a cada irmão! A este propósito, importa citar as palavras de D. António Augusto Azevedo, Presidente da Comissão Episcopal das Vocações e Ministérios, na mensagem que escreveu para esta semana, ao referir que “o Seminário é tempo de estar com Jesus e de aprender com Ele a viver no meio das realidades do mundo; é tempo para exercitar a escuta e aprofundar o discernimento acerca da vontade de Deus; é tempo de cultivar um coração dócil, livre e generoso para o serviço de Deus e dos irmãos; é tempo para descobrir o estilo mariano da evangelização que valoriza a proximidade, a ternura e o afecto”.

Na nossa Arquidiocese de Braga, as celebrações desta Semana de Oração pelos Seminários vão acontecendo, ano a ano, de forma rotativa pelos diferentes Arciprestados. Este ano é o Arciprestado de Vila Nova de Famalicão aquele que acolhe as diferentes iniciativas que procuram ajudar a melhor rezar e viver estes dias. Por isso, esta semana assinala-se, não só através de uma Vigília de Oração pelos Seminários, a realizar no dia 24, às 21h15, na Igreja Antiga Matriz de Famalicão, na qual todos estão convidados a participar, mas também por meio da presença dos Seminários Arquidiocesanos nas diferentes paróquias do Arciprestado, nos fins-de-semana que balizam esta semana. Esta presença concretiza-se através da visita às Catequeses da Adolescência, encontro com Grupos de Jovens, Catequistas e outros agentes de pastoral, assim como a colaboração nas Eucaristias dominicais, ajudando a que todos, particularmente os jovens em fase de discernimento vocacional, possam conhecer melhor a realidade dos Seminários e viver, por meio da oração, em comunhão com os mesmos.

 Deste modo, “Fazei o que Ele vos disser” não é uma interpelação apenas para aqueles que se formam e preparam para o ministério sacerdotal. Nossa Senhora dirige-se a todos os seus filhos, a toda a Igreja, a cada um de nós. Todos, sem excepção, enquanto discípulos missionários de Jesus, somos chamados a servir e a amar, através de acções concretas que convertem a nossa vida num testemunho fiel e autêntico do Evangelho. Por isso, durante esta semana somos convidados a intensificar a nossa oração pelos Seminários, particularmente pelos da nossa Arquidiocese de Braga, isto é, pelos seus seminaristas, mas também pelos seus formadores e por todos os que ali trabalham e colaboram.

Não descuremos este compromisso com a oração! Os Seminários precisam de ser causa e casa querida e estimada por todos nós. Afinal, o Seminário é esse colo em que a Igreja embala, cuida, proteja e alimenta as vocações sacerdotais… esse colo que é também talhado pelas mãos de todos nós… esse colo que é também aquecido pelo fervor da oração de todos nós.

Rezemos para que nos nossos Seminários se formem sacerdotes capazes de amar e servir, como Cristo, a Sua Igreja, para que as nossas vidas possam ser essa festa onde é servido o melhor dos vinhos e o nosso coração sempre se renove no encontro pessoal com o Senhor Jesus, convertendo a Palavra escutada na Palavra vivida e anunciada, que nos permite o desassombro de “esperar contra toda a Esperança” (Rm 4, 18)!

 

P.e Mário Martins

Reitor do Seminário Arquidiocesano de Nossa Senhora da Conceição



publicado por arciprestadovnfamalicao às 19:48 | link do post | comentar

Quarta-feira, 15.11.17

Encontros Biblicos_2017_CartazA3.jpg

 

No primeiro ano do triénio dedicado por toda a Arquidiocese de Braga à temática da Esperança o Arciprestado de Vila Nova de Famalicão promove a realização de três Encontros Bíblicos orientados por D. António Couto, Bispo de Lamego, e subordinados ao tema “Menina Esperança”, essa Esperança que podemos despertar e tornar mais viva a partir da escuta da Palavra de Deus.

A iniciativa tem lugar nos dias 20, 21 e 22 de Novembro, sendo que todos os encontros acontecem às 21h15 no Centro Pastoral de Santo Adrião, em Vila Nova de Famalicão, prolongando-se até perto das 22h30.

Todas as 54 comunidades paroquiais que compõem o Arciprestado estão convidadas a tomar parte destes encontros de formação e oração, nomeadamente todos os agentes de acção pastoral, como Sacerdotes, Diáconos, Catequistas, Grupos de Jovens, Escuteiros, Leitores, Acólitos, Ministros Extraordinários da Comunhão, Coralistas, Conferências Vicentinas, Famílias, entre outros.

Deste modo, o Arciprestado desafia os cristãos de Vila Nova de Famalicão “a tomar parte destes encontros como um tempo privilegiado para viver o encontro pessoal e íntimo com o Senhor Jesus, que nos fala e Se nos revela por meio da Sua Palavra, convertendo-nos em homens e mulheres capazes de ‘Despertar Esperança’ em nós e nos outros, tal como enfatiza o programa da nossa Arquidiocese de Braga para este ano pastoral”.

 

Departamento Arciprestal da Comunicação Social



publicado por arciprestadovnfamalicao às 17:45 | link do post | comentar

Terça-feira, 14.11.17

hd-surrealist-wallpapers-paintings-desktop-images-

 

Aí vem o Esposo: ide ao seu encontro.”

(Mateus 25, 6)

 

 

Pensa, ali onde Deus te semeou, espera! Espera sempre.

Não te rendas à noite: recordas que o primeiro inimigo a vencer não está fora de ti: mas dentro. Por conseguinte, não concedas espaço aos pensamentos amargos, obscuros. Este mundo é o primeiro milagre que Deus realizou, Deus pôs nas nossas mãos a graça de novos prodígios. Fé e esperança procedem juntas. Crê na existência das verdades mais elevadas e bonitas. Confia no Deus Criador, no Espírito Santo que move tudo para o bem, no abraço de Cristo que espera cada homem no final da sua existência; crê, Ele espera-te. O mundo caminha graças ao olhar de tantos homens que abriram frestas, que construíram pontes, que sonharam e acreditaram; até quando ao redor deles ouviam palavras de escárnio.”

(Catequese do Papa Francisco sobre a Esperança, 20 de Setembro de 2017)

 

 

Desperta Esperança…

Permanece vigilante, de coração confiado e de braços abertos,

Para acolheres o Senhor que te quer encontrar e renovar na alegria

E para seres lâmpada acesa que leva a luz do amor à vida de cada irmão!

 

 

Arciprestado de V. N. Famalicão



publicado por arciprestadovnfamalicao às 18:45 | link do post | comentar

Dezembro 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

17
18
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30

31


posts recentes

Movimento “Eu Sou Matriz”...

Encontros Bíblicos de Fam...

Desperta Esperança!

Equipa Arciprestal de Cat...

Antiga Matriz de Famalicã...

Clero de Famalicão reunid...

Desperta Esperança!

ARTIGO DO P.E MÁRIO MARTI...

Arciprestado de Famalicão...

Desperta Esperança!

arquivos

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

links
blogs SAPO
subscrever feeds